Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Árabes suspeitos

Justiça americana julga acusados de terrorismo

Por 

Após dois meses de coleta de depoimentos, procuradores da República dos EUA encerraram nessa terça-feira (13/12) a primeira fase do julgamento de dois homens acusados de canalizar verbas para terroristas do grupo Hamas e de dar a apoio a ataques contra membros do governo israelense.

A juíza Amy J. St. Eve dispensou os jurados até semana que vem, quando começam a prestar depoimentos as testemunhas da defesa. As informações são do site FindLaw.

Os acusados são Muhammad Salah, 53 anos, doceiro de Chicago, e o professor universitário Abdelhaleem Ashqar, 48 anos, da cidade de Alexandria. Salah foi preso em Israel em 1993 e cumpriu 4 anos e já meio de prisão.

Os procuradores alegam que foram encontrados US$ 90 mil no quarto do hotel onde os dois se hospedaram em Israel e que verba seria destinada “ao Hamas, para poder remodelar sua estrutura militar”. Salah diz que o dinheiro era para ações de caridade para os palestinos.

Ashqar, um ex-professor assistente de Negócios da Universidade Howard, de Washington, controlava contas bancárias que, segundo os procuradores, supriam o Hamas. Salah alega ter sido torturado pelo serviço de segurança israelense, o Shin Bet.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 14 de dezembro de 2006, 7h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/12/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.