Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Aula de cirurgia

Médico acusado de cobrança indevida responde à Justiça Federal

Cabe à Justiça Federal julgar processo de médico acusado de cobrar por cirurgia feita por meio de convênio com universidade federal. Com esse argumento, a 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal negou pedido de Habeas Corpus ao médico Hernani Taunay Angeli.

O médico recorreu ao STF contra decisão Superior Tribunal de Justiça, que remeteu o processo ao juiz federal. O ministro Sepúlveda Pertence, relator no Supremo, negou o pedido de HC.

O ministro considerou correta a decisão do STJ já que o médico era professor de medicina de uma universidade federal e exigiu pagamento para uma cirurgia que fazia parte de uma aula prática de clínica cirúrgica. Pertence entendeu que a cirurgia seria ato de ofício desse serviço público.

HC 89.951

Revista Consultor Jurídico, 7 de dezembro de 2006, 7h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/12/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.