Consultor Jurídico

Notícias

Sem motivos

Alcoolismo não justifica demissão por justa causa, reafirma TST

Comentários de leitores

6 comentários

Arcos(MG) João Batista Parabéns para o TST qua...

JB (Outros)

Arcos(MG) João Batista Parabéns para o TST quando interpretou o alccolismo como não demissão por justa causa. O alccolismo é uma doença e precisa ser tratado numa clínica especializada. A pessoa não pode e nem deve trabalhar enquanto não estiver totalmente recuperada.

É o fim da picada! A justa causa sempre se o...

Richard Smith (Consultor)

É o fim da picada! A justa causa sempre se orientou para aquelas infrações ao contrato de trabalho que ensejassem, entre outros elementos, a NEGLIGÊNCIA e a DESÍDIA. Que dizer que o camarada sabe que bebe e que, por conseguinte, terá as suas ações, reflexos e raciocínios toldados pelo álcool e fica por isso? Se ele fôr vigia, vai dormir profundamente no seu posto. Se for alguém (um porteiro, um almoxarife, ou um conferente, por exemplos) que dependa da capacidade de raciocínio para tomar decisões...já era. Muito pior ainda se for um motorista ou um operador de máquina. Esta é mais uma decisão imbecil do Judiciário que se insere na tendência, absurda e suicida do noisso ordenamento jurídico da eliminação da CULPA INDIVIDUAL. Ao invés de o camarada ser honesto, se conscientizar de sua situação e, até com a ajuda da empresa, ir procurar tratamento, não, fica esperando o dia de causar uma acidente ou de ser pego "em flagrante" para depois, com a ajuda de uma advogado esperto e de um Judiciário infeliz e leniente, ir procurar os seus "direitos"! Só o patrão, "porco-capitalista- explorador", não tem o direito de receber um bom trabalho pelo salário que está pagando? Ah, bom. Este é o País em que estamos vivendo. País dos inúmeros DIREITOS e dos nenhuns DEVERES. Parabéns judiciário, por mais este tiro no pé.

É de difícil compreensão essa linha em que cada...

CAOVAZ (Advogado Autônomo - Civil)

É de difícil compreensão essa linha em que cada Juiz, ao prolatar sua sentença, ter o direito de por assim maestrar sua decisão. Já que existe no TST, uma uniformidade absoluta em relação ao empregado que faz uso dessa substância no caso em riste o álcool. O problema do marasmo que virou o nosso judiciário, é, que estão sempre querendo aparecer e continuam pontuando suas decisões sem atentar que o Empregador, neste caso, ainda é o verdadeiro vilão. "Juristas brasileiros saiam desse mundo da alienação e, não tomem decisões emotivas, ou melhor, a razão deve sempre prevalecer, ou seja, o precedente foi aberto".

A sua indignação só pode ter por causa, um dos...

A.G. Moreira (Consultor)

A sua indignação só pode ter por causa, um dos seguintes motivos : 1º. - Você vive disso, atuando na área trabalhista, onde a justiça é a mais parcial do mundo ; 2º. Ficou com "peninha" do BEBUM . Para o 1º caso, não é necessário ser muito bom, para ter bons resultados na justiça do trabalho e viver disso . Agora, se o seu caso é o 2º. leve para sua casa e trate da "criança" e não deixe que lhe falte o "conforto moral e nem o conforto alcoólico" . Aproveite para colocá-lo ao volante do seu carro, pois é a única maneira do BEBUM ser condenado .

"Bebum", como o Pseudo-advogado expressa, 'e um...

Adriano P. Melo (Advogado Autônomo - Trabalhista)

"Bebum", como o Pseudo-advogado expressa, 'e uma pessoa que sofre de uma doenca reconhecida mundialmente e necessita de tratamento, nao de pessoas desqualificadas que acham normal o ato discriminatorio. So mesmo um consultor (que deve ser Administrador de empresas) pra ter um pensamento tao tacanho e atrasado como este. Parabens ao TST. Parabens ao Judiciario.

Devemos sugerir que estes juizes quando ficarem...

A.G. Moreira (Consultor)

Devemos sugerir que estes juizes quando ficarem doentes, bem como as suas esposas e filhos, sejam atendidos e tratados por médicos e enfermeiros com as mesmas características do "bebum" que protegeram .

Comentar

Comentários encerrados em 8/09/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.