Consultor Jurídico

Reforço na capital

TJ paulista inaugura a 5ª Vara de Família de Santo Amaro

Por 

O Tribunal de Justiça de São Paulo inaugura nesta sexta-feira (23/9) a 5ª Vara da Família e das Sucessões do fórum de Santo Amaro, na capital paulista. A solenidade de instalação será às 16h.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do TJ, em julho o movimento judiciário no fórum de Santo Amaro teve uma média de 157.644 ações em andamento. No mesmo período, 7.786 novos feitos foram distribuídos. O tribunal designou a juíza Lídia Maria Andrade Conceição para assumir a nova Vara.

Desde o início do ano passado, o TJ instalou 109 varas em todo o estado. Inicialmente, o cartório da 5ª Vara da Família e das Sucessões contará com seis funcionários, entre diretor e escreventes.

Não haverá distribuição diferenciada. Ou seja, será distribuído para o novo ofício, em relação aos demais cartórios da Família e das Sucessões de Santo Amaro, o mesmo número de processos.

Para o juiz diretor em exercício do Foro Regional de Santo Amaro, doutor Luiz Toloza Neto, a instalação da 5ª Vara de Família atende uma antiga reivindicação dos juízes locais. “A nossa jurisdição é muito extensa e nela há muitos problemas sociais. Estou certo de que a nova vara virá melhorar o atendimento à população local”, afirmou.

O Foro Regional de Santo Amaro conta com sete Varas cíveis, quatro criminais, uma de infância e juventude e quatro de família e sucessões, além de um Juizado Especial Cível e o 3º Tribunal do Júri.




Topo da página

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 23 de setembro de 2005, 12h48

Comentários de leitores

1 comentário

Instalar varas como vem estalando o atual presi...

Antonio Grandi Filho (Cartorário)

Instalar varas como vem estalando o atual presidente do TJ é simples, ou seja, cria-se no papel os cartórios e depois tira-se os servidores de outros cartórios e instala-se precariamente os novos cartórios um cartório completo precisa de 10 escreventes, na média estão instalando com 5 funcionários. Precisa-se de 5 Oficiais de Justiça, estão se instalando com 1 Oficial em média, desfalcando-se outro cartório. Alias, hoje existem 3280 cargos de Oficial de Justiça vagos e poderiam ser preenchidos imediatamente, porem o TJ-Paulista não realiza concurso, penalizando os servidores, população e advogados comum serviço de péssima qualidade e extremamente moroso. Vamos colocar administradores no Tribunal de Justiça e Juiz para julgar.

Comentários encerrados em 01/10/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.