Consultor Jurídico

Notícias

Luto na advocacia

Morre Pinheiro Neto, fundador do mais tradicional escritório do Brasil

Morreu na manhã desta quarta-feira (21/9), aos 88 anos, o advogado J. M. Pinheiro Neto, fundador do maior e mais tradicional escritório de advocacia do Brasil.

O velório do advogado será feito a partir das 11h no Hospital Sírio Libanês (Rua Dona Adma Jafet, 115, Bela Vista, São Paulo), onde o advogado estava internado há quase dois meses. Depois de fraturar a cabeça do fêmur, Pinheiro Neto teve problemas respiratórios e implantou um marcapasso. Às 16h, o corpo do advogado será levado ao crematório de Vila Alpina.

Pinheiro Neto fundou o escritório que leva seu nome aos 25 anos, em 1942, com um colega, uma secretária e um office boy — no mesmo ano em que trabalhava como correspondente da BBC em Londres. O advogado era um raro cidadão nascido fora do Reino Unido sagrado sir pela rainha da Inglaterra.

Hoje, quando deixa a direção da banca, o Pinheiro Neto Advogados tem 62 sócios, 238 advogados e 191 estagiários. Pinheiro Neto firmou a expansão de sua banca em 1969, quando abriu o escritório no Rio de Janeiro. Em 1970, tornou-se membro do Club Abogados, organização que congrega os principais escritórios de advocacia da Europa, América Latina e Japão, onde cada país é representado por um escritório.

Em 1974 abre um escritório em Brasília e quatro anos depois em Londres. Daí em diante, por meio do Club Abogados, fechou acordos de cooperação os escritórios europeus, latino-americanos e asiáticos, firmando presença nos principais países do mundo.

Em nota oficial, a seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil afirmou que Pinheiro Neto “criou um novo modelo para a advocacia, que mudou paradigmas, exultou a ética e abriu novas perspectivas de trabalho para os advogados brasileiros”. Segundo a OAB de São Paulo, o advogado foi um exemplo de ousadia, pioneirismo, competência e integridade no exercício profissional.

Leia a nota da OAB paulista

NOTA OFICIAL

A Advocacia brasileira está enlutada. Morreu um de seus ícones, o advogado José Martins Pinheiro Neto, líder de uma das mais importantes e prestigiosas bancas de advocacia da América Latina, o Pinheiro Neto Advogados. Criou um novo modelo para a Advocacia, que mudou paradigmas, exultou a ética e abriu novas perspectivas de trabalho para os advogados brasileiros.

Teve no Direito uma herança familiar, com pai advogado, José Martins Pinheiro Júnior, e o avô materno, professor de Direito, Otávio Mendes. Mas abriu seu próprio caminho, ao fundar em 1942, seu escritório na Rua José Bonifácio. A história dessa banca de advocacia — com mais de 60 anos de atuação — se confunde com a de seu fundador.

Certamente, a importância e grandeza do Pinheiro Neto não pode ser mensurada apenas pelo número de sócios e advogados, pela carteira de clientes, filiais no Brasil e representações no Exterior — mas pelas inovações que o “Dr. Pinheiro” introduziu, mudando o perfil da Advocacia brasileira para sempre.

Por sua trajetória profissional, o advogado José Martins Pinheiro Neto constitui um capítulo importante da história jurídica brasileira. Foi um homem que, aos 88 anos, nunca envelheceu internamente, e que tinha como grande premissa muito trabalho, porque quem trabalha sempre obtém resultados. Deixa um legado exemplar, a ser seguido por todos os advogados brasileiros, uma vez que reúne exemplos de ousadia, pioneirismo, competência e integridade no exercício profissional.

Luiz Flávio Borges D´Urso

São Paulo, 21 de setembro de 2005

Presidente da OAB SP

Revista Consultor Jurídico, 21 de setembro de 2005, 10h39

Comentários de leitores

9 comentários

O comentário desse tal Soibelman é realmente ve...

Otávio Augustus Carmo (Advogado Sócio de Escritório)

O comentário desse tal Soibelman é realmente verdadeiro ou é uma brincadeira imbecil?

O Brasil perdeu um ícone do direito e da advoca...

João Schall (Procurador do Município)

O Brasil perdeu um ícone do direito e da advocacia. Pinheiro Neto será sempre lembrado, pela sua grandeza de alma e pelo seu saber jurídico. A advocacia está de luto, mas o legado de Pinheiro Neto permanecerá para sempre principalmente quanto a sua de grandeza de alma e simplicidade de postura.

Tive a oportunidade de trabalhar por 10 anos no...

Fábio B. Cáceres (Advogado Associado a Escritório)

Tive a oportunidade de trabalhar por 10 anos no escritório e, como Para-legal, por mais de 5 anos. Fiquei chateado pela grande perda sofrida pela advocacia do Mundo! O "Dr. Pinheiro" sempre será a menina dos olhos dos estudantes de Direito do Brasil! Saudades...

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 29/09/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.