Consultor Jurídico

Morte de representante alemão suspende negociações

15 de setembro de 2005, 15h31

Por Redação ConJur

imprimir

O Seminário Internacional sobre Cooperação Jurídica em Matéria Penal que começaria nesta quinta-feira (15/9) na Justiça Federal de Natal, no Rio Grande do Norte, foi cancelado. O motivo é a morte do chefe da delegação alemã, Christian Lehmann, ocorrida na manhã de quarta-feira (14/9). Também foi cancelada a 2ª Rodada de Negociação em Matéria Penal entre Brasil e Alemanha

Vice-diretor do Departamento de Direito Penal do Ministério da Justiça da Alemanha, Lehmann, 64 anos, morreu afogado na praia de Barreira D’água, na Via Costeira, próxima ao hotel onde estava hospedado. O local é perigoso para banho de mar. Lehmann saiu para caminhar na praia por volta de 6h30 da manhã. Uma hora mais tarde seu corpo foi encontrado na praia por um pescador. As informações são do jornal Tribuna do Norte, de Natal.

Ele estava em Natal desde o dia 12, chefiando a delegação alemã na 2ª Rodada de Negociação em Matéria Penal entre Brasil e Alemanha. O evento discute os termos do tratado de extradição com a Alemanha. Foi a primeira vez que uma reunião desta natureza no país ocorre fora de Brasília. A primeira rodada de negociações foi realizada em Berlim, há dois meses.