Consultor Jurídico

Em nome do pai

Paulo Maluf pede Habeas Corpus ao TRF-3 nesta quarta

O advogado do ex-prefeito paulistano Paulo Maluf, José Roberto Leal, deve entrar nesta quarta-feira (14/9) com pedido de Habeas Corpus em favor de seu cliente no Tribunal Regional Federal da 3ª Região. O desembargador aposentado e ex-presidente do tribunal, Américo Lacombe, assinará o pedido junto com Leal.

Nesta terça-feira, os advogados José Roberto Batochio e Guilherme Octávio Batochio entraram com pedido de Habeas Corpus em favor de Flávio Maluf. Os advogados pedem a imediata libertação do acusado.

Paulo e Flávio Maluf estão presos na sede da Polícia Federal em São Paulo desde sábado (10/9), quando se entregaram espontaneamente depois que a juíza Silvia Maria da Rocha, da 2ª Vara Criminal Federal de São Paulo, decretou a prisão preventiva dos dois sob a acusação de coação de testemunhas.

Eles foram denunciados pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva, lavagem de dinheiro, crime contra o sistema financeiro e formação de quadrilha. O MPF também denunciou o ex-diretor da empreiteira Mendes Júnior, Simeão Damasceno, e o doleiro Vivaldo Alves, o Birigüi.

Os dois pedidos de Habeas Corpus devem ser analisados pelo juiz federal Luciano Godoy, da 1ª Turma do TRF da 3ª Região. Por prevenção, os pedidos seriam enviados para análise da desembargadora Vesna Kolmar. A prevenção deve-se ao fato de ela já ter julgado vários recursos relativos aos processos envolvendo Paulo e Flávio Maluf.

Como a desembargadora está de férias, quem julga o caso é seu substituto regimental, o juiz Luciano Godoy.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de setembro de 2005, 20h53

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/09/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.