Consultor Jurídico

Notícias

Mega julgamento

A maior audiência da Justiça Paulista começa em Rio Preto

A maior audiência da história do poder judiciário paulista começou nesta segunda-feira (5/9), no Fórum de São José do Rio Preto. Estarão presentes na sessão, que deve durar quatro dias, 137 réus de um único processo de tráfico de drogas, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Entre os acusados estão advogados, empresários, um funcionário da Justiça, um fuzileiro naval e criminosos ligados ao PCC — Primeiro Comando da Capital.

Foi montada uma operação de guerra para proteger os promotores do Gaerco — Grupo de Atuação Espacial Regional de Repressão e Combate ao Crime Organizado, o juiz e as testemunhas da acusação. Policiais civis e militares formarão um cinturão em frente ao fórum e dentro do tribunal do Júri. As informações são do jornalO Estado de S. Paulo.

Do total de réus, 114 estão presos em penitenciárias paulistas. Eles serão levados com escolta policial para Rio Preto. A audiência será dividida em quatro blocos, por ordem de importância na hierarquia da quadrilha.

Hoje, acompanharão os depoimentos 14 réus. Entre eles, supostos líderes do esquema: Jair Carlos de Souza, o Jajá, Mario Sergio Costa, o Esquerdinha, Édson José Costa, o Edinho, Marcos Roberto Ciconi e Anísio Pedro Gonçalves.

Os cinco são acusados de, mesmo atrás das grades, formar uma cooperativa que movimentava R$ 1 milhão por mês com a venda de drogas na região de Rio Preto, Baixada Santista e zona sul da capital. Segundo o promotor Marco Antônio Lelis, do Gaerco de Rio Preto, as investigações começaram após uma testemunha delatar o esquema. Ela será levada de helicóptero ao tribunal.

Revista Consultor Jurídico, 5 de setembro de 2005, 16h30

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/09/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.