Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Jornalismo especializado

Comunique-se ensina jornalistas a traduzir o “juridiquês”

Ensinar o jornalista a abordar corretamente assuntos jurídicos é o foco do curso que o Comunique-se promove nos dias 19 e 20 de novembro; Justiça, Direito e Polícia na Prática Jornalística. O objetivo é proporcionar ao jornalista conhecimentos práticos que lhe permitam cobrir com propriedade casos nas áreas de polícia, cidades e política.

As aulas são práticas, num fim de semana. No sábado (19/11), começam às 14h e terminam às 18h. No domingo, vão das 9 às 18h. Segundo o site, não se trata de um curso de leitura de artigos do Código Penal ou Civil, que tenham como objetivo enriquecer o conhecimento do jornalista sobre Legislação. Os temas serão desenvolvidos a partir dos casos que estejam no dia-a-dia dos jornais, com base em exercícios.

Flávio Ferreira, advogado e jornalista, ministrará o curso. Segundo ele, “muitos jornalistas são enrolados por delegados, policiais, advogados e juízes, que se aproveitam da falta de contato do jornalista com o mundo jurídico para veicular notícia de uma maneira que lhes interessa mais”. Ferreira é ex-repórter das TVs Cultura e Bandeirantes e dos jornais O Estado de S.Paulo e Jornal da Tarde. Atualmente, escreve para o caderno Sinopse, da Folha de S. Paulo.

O curso abordará casos comuns de polícia, mas também aqueles que freqüentemente aparecem na editoria de política, como crimes do colarinho branco e contra o decoro parlamentar. O curso pretende, ainda, eliminar dúvidas comuns, como a diferença entre prisão preventiva e prisão temporária, e todas as outras situações comuns ao dia-a-dia do repórter.

A inscrição no curso pode ser feita no site do Comunique-se e custa R$ 180 à vista ou três parcelas de R$ 65. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail cursos@comunique-se.com.br ou pelo telefone (11) 3897-0860.

Flávio Ferreira é formado em Direito pela Faculdade de Direito da USP e também advogou durante três anos no escritório Trench, Rossi e Watanabe Advogados. Formou-se em jornalismo pela PUC de São Paulo.

Revista Consultor Jurídico, 31 de outubro de 2005, 20h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/11/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.