Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Jogo parado

STJ adia decisão sobre pedido de liberdade de Edinho

O ex-goleiro do Santos, Edson Cholbi do Nascimento, o Edinho, está perdendo por três votos mais uma partida no Superior Tribunal de Justiça. Os ministros Hamilton Carvalhido, Paulo Gallotti e Paulo Medina negaram o pedido de Habeas Corpus apresentado pela defesa do filho de Pelé.

O pedido de vista do ministro Hélio Quaglia Barbosa interrompeu o julgamento nesta terça-feira (25/10). Edinho está preso desde junho sob a acusação de associação para o tráfico de drogas.

A próxima sessão da 6ª Turma está marcada para o dia 3 de novembro, mas a retomada do julgamento não tem previsão para ocorrer. Depois do voto-vista do ministro Hélio Quaglia Barbosa, Nilson Naves aprecia a questão.

Em agosto, a 6ª Turma do STJ já havia negado o pedido de liminar em Habeas Corpus do ex-goleiro. Na ocasião, o ministro Hamilton Carvalhido, relator, entendeu que para a concessão seria necessária a “demonstração inequívoca dos requisitos cumulativos das medidas cautelares, quais sejam, o periculum in mora e o fumus boni iuris”, o que não ocorreu no caso.

HC 46.411

Revista Consultor Jurídico, 25 de outubro de 2005, 17h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/11/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.