Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novela da bala

Frente Parlamentar não consegue impedir novela Bang Bang

Pelo menos por enquanto, a TV Globo poderá continuar exibindo a novela Bang Bang, que estreou nesta segunda-feira (3/10). A frente parlamentar que defende o livre comércio de armas pedia a suspensão da novela sustentando que ela serviria de meio para que a emissora divulgasse sua opinião sobre o referendo.

O ministro substituto Marcelo Ribeiro, do Tribunal Superior Eleitoral, negou liminar pedida pela Frente Parlamentar pelo Direito da Legítima Defesa, que pretendia impedir a estréia da novela. Segundo Ribeiro, antes que a novela seja transmitida, não dá para dizer se difundirá ou não uma posição sobre o comércio legal de armas de fogo.

"O tema posto na presente representação é dos mais sensíveis e não autoriza juízos apressados. Filmes, novelas, seriados, entre outros, veiculam cotidianamente, cenas de violência. Nem por isso devem, a não ser que a conduta da emissora se enquadre nas proibições previstas pelas normas pertinentes, ter proibida sua transmissão", afirmou o ministro.

A decisão definitiva sobre o pedido da frente parlamentar só será anunciada depois que Ministério Público Eleitoral formular seu parecer. O MPE já recebeu as defesas encaminhadas pela TV Globo e pela Frente Parlamentar Por um Brasil sem Arma.

Revista Consultor Jurídico, 3 de outubro de 2005, 20h19

Comentários de leitores

1 comentário

Essa Globo é um lixo, e não dá um ponto sem nó!...

Priscila -JFSP (Outros)

Essa Globo é um lixo, e não dá um ponto sem nó!!!! Manipuladora barata de cabeças ignorantes...

Comentários encerrados em 11/10/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.