Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Voz moderada

Bush indica advogada da Casa Branca para Suprema Corte

A escolhida do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, para ocupar uma vaga na Suprema Corte de Justiça não agradou a direita religiosa. Se o Senado aprovar, a advogada Harriet Miers, 60 anos, substituirá a juíza Sandra Day O’Connor, que pediu a aposentadoria. As informações são da Agência Estado.

Harriet, que não tem experiência como juíza, é advogada e chefe do setor judicial da Casa Branca e considerada uma das assessoras mais leais a Bush. Embora tida como conservadora, seu perfil assemelha-se muito ao de O’Connor. Ambas têm posições mais moderadas em temas sociais, como a questão do aborto.

Os conservadores não gostaram da escolha de Bush. Ele queriam que o presidente escolhesse alguém com o perfil mais ideológico. Já a oposição democrata reagiu com simpatia.

Revista Consultor Jurídico, 3 de outubro de 2005, 20h28

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/10/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.