Consultor Jurídico

Notícias

Culpa do cigarro

Justiça gaúcha define posição contra indenização a fumante

Comentários de leitores

5 comentários

O cigarro é uma droga. Vicia e causa danos à sa...

Padre (Advogado Autônomo)

O cigarro é uma droga. Vicia e causa danos à saúde. Pode matar. Mas seu uso é liberado, o que não acontece com as outras drogas consideradas de maior poder ofensivo para a saúde. Já que a legislação não proibe o uso do cigarro deveria punir os que fabricam e comercializam o produto. Essa punição viria sob a forma de idenização. Como, aliás, já se faz nos EE.UU.

Não sou advogada, nem juíza, mas fumante... Não...

lynesena (Comerciante)

Não sou advogada, nem juíza, mas fumante... Não tenho nehuma ação contra fabricantes de cigarro, mas deveria. lamento muito a opinião de alguns juízes favoráveis à essas empresas. Quer dizer que agora elas estão corretas porque são obrigadas a publicar os malefícios que o produto que fabricam causa? Senhores juízes, quando começei a fumar, há extamente 23 anos ( hoje tenho 36 ), a propaganda era bem outra e em nenhum lugar uma menina de 13 anos, moradora de interior, podia ter acesso à informações sobre os malefícios do fumo. mesmo os meus pais apenas me proibiam porque "era feio mulher fumar " e não porque me faria mal. Sim, já faz uns bom tempo que sei que faz mal e já faz um bom tempo que tento, sem sucesso até agora, abandonar o maldito cigarro. Nesse processo todo, tive a infelicidade de ver o meu filho , hoje com 19 anos, também começar a fumar aos 13, porque como diz o verso do maço de cigarro, crianças começam a fumar a ver os adultos fumando... Senti-me arrasada nessa ocasião, pois então já sabia e inclusive já sentia na própria pele os malefícios desse vício. Há anos venho lutando para me libertar disso, mas na opinião dos senhores, a culpa é minha mesmo, porque sou uma fraca, porque não tenho determinação o suficiente para abandonar o consumo de um produto que me consome...Talvez eu seja até suicida... Estranha a forma lenta e dolorosa que, conscientemente, escolhi para morrer... Mas não é de se estranhar a opinião de alguns juízes de que apenas o fumante é o culpado e responsável, pois mesmo boa parte dos médicos parecem pensar assim... Que bom que vocês tem tanta certeza disso, pois eu sinceramente não tenho... Mas duvido que, se na época que começei a me viciar, tivesse o mesmo conhecimento e acesso ás informações que temos hoje, teria sequer inciado... Eu, nessa época, com 13 anos,repito, 23 anos atrás, não sabia... Mas a indústria do fumo, essa sim, provavelmente já sabia que o que fabricava e vendia como sucesso, liberdade, etc, etc...era simplesmente veneno.

Nada obstante odiar cigarros, entendo correta a...

Gilberto Andrade (Advogado Sócio de Escritório - Comercial)

Nada obstante odiar cigarros, entendo correta a decisão da Justiça Gaúcha, vez que não há, salvo prova em contrário, fumante que desconheça os riscos em que está incorrendo ao fazer a opção pelo tabaco. A indústria do fumo é a que mais paga impostos, é proibida de fazer publicidade de seu produto, é obrigada a estampar no verso dos maços, fotos e dizeres acerca dos malefícios, além de ser compelida a financiar campanhas do Ministério da Saúde, justamente contra o seu próprio produto. Se, ainda assim, os fumantes, novos ou velhos, persistem no vício, chega a ser patética a busca por indenização dos malefícios, que sempre souberam da elevada probabilidade de ocorrência. Sei que o álcool em excesso pode causar cirrose. Se eu decido beber inadvertidamente e contraio a doença, não dá para querer processar a Ambev por haver me vendido cerveja. É hipocrisia ou oportunismo demais !!! Ou se proíbe de uma vez por todas esse asqueroso vício, inserindo-o na ilegalidade absoluta, ou como bem procedeu a Justiça, recusa-se as indenizações, pelo patente caráter de locupletamento ilícito que as reveste. Assinalo a exceção para aqueles que conseguirem produzir a prova de que desconheciam os males causados pelo cigarro, ao menos durante a maior parte do tempo de exposição ao vício que acarretou o mal. Em tempo, ainda há que haver nexo de causalidade comprovado, e não presumido, entre o consumo do cigarro e a doença contraída. Somente assim, entendo pertinente qualquer indenização pela indústria do tabaco.

Pois é, isso é Brasil.

Priscila -JFSP (Outros)

Pois é, isso é Brasil.

Pos é, isso é Brasil.

Priscila -JFSP (Outros)

Pos é, isso é Brasil.

Comentar

Comentários encerrados em 1/12/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.