Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

CONCORDO INTEIRAMENTE COM O CONTIDO NO ...

Medeiros (Advogado Autônomo)

CONCORDO INTEIRAMENTE COM O CONTIDO NO OFÍCIO DA AMATRA-SP, ATÉ PORQUE É A PRÓPRIA LEI QUEM ESTATUI QUE O TÍTULO DE JUIZ É PRIVATIVO DOS INTEGRANTES DA MAGISTRATURA DE PRIMEIRA INSTÂNCIA (§ 1º do art. 193 da EC nº 1, de 17/10/69, acrescentado pelo artigo único da EC nº 7, de 13/04/77; LC nº 35, de 14/3/79, art. 34), DAÍ SER DE TODO ILEGAL A ATRIBUIÇÃO DO NOME DE JUIZ A ÁRBITRO (de esportes), NOME ESTE QUE COMO TAL É DESIGNADO EM TODOS OS REGULAMENTOS ESPORTIVOS.

Concordo inteiramente com o contido no Ofício d...

Medeiros (Advogado Autônomo)

Concordo inteiramente com o contido no Ofício da AMATRA-SP, até porque é a própria Lei quem estatui que o título de Juiz é privativo dos integrantes da magistratura de primeira instância (LC nº 35, de 14/3/79, art. 34), daí ser de todo ilegal a atribuição do nome de juiz a árbitros de esportes.

CONCORDO INTEIRAMENTE COM A OPINIÃO DO JUIZ.

Medeiros (Advogado Autônomo)

CONCORDO INTEIRAMENTE COM A OPINIÃO DO JUIZ.

Se os órgãos de imprensa continuarem a cometer ...

Pereira da Silva (Advogado Associado a Escritório)

Se os órgãos de imprensa continuarem a cometer essa gravíssima "heresia" o que a AMATRA vai fazer, processá-los por danos morais? E os árbitros dos tribunais arbitrais vão aceitar que o "juiz de futebol" seja chamado de "árbitro"?

É a mesma coisa pedir que chamem a "gillete" de...

Marcelo Augusto Pedromônico (Advogado Associado a Escritório - Empresarial)

É a mesma coisa pedir que chamem a "gillete" de "lâmina de barbear"!!!

Tanto problema em nosso país e os nobres magist...

zovin (Advogado Associado a Escritório - Comercial)

Tanto problema em nosso país e os nobres magistrados preocupados em não serem confundidos com árbitros de futebol...

bis

Ottoni (Advogado Sócio de Escritório)

bis

Se confusão existe, parte de pessoas cuja opini...

Ottoni (Advogado Sócio de Escritório)

Se confusão existe, parte de pessoas cuja opinião não tem o menor peso frente aos conceitos que ornam a função dos magistrados. Chamar a atenção sobre esse insignificante fato é que pode dar ensejo a manifestações jocosas e, estas sim, prejudiciais à Instituição.

Comentar

Comentários encerrados em 17/11/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.