Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Operação Big Brother

MPF denuncia nove por irregularidades com títulos públicos

O Ministério Público Federal apresentou, nesta terça-feira (22/3), denúncia contra nove pessoas por crimes de formação de quadrilha, tentativa de estelionato, corrupção ativa e tráfico de influência. A denúncia dá continuidade às ações da Operação Big Brother.

A denúncia, apresentada à 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba, foi redistribuída para a 1ª Vara por não haver indícios de lavagem de dinheiro ou crime financeiro cometidos pelos acusados. A acusação aponta que os denunciados, utilizando títulos da Eletrobrás da década de 60, tentavam obter liminares para o imediato resgate do dinheiro. Segundo o MPF, os títulos estariam prescritos.

Em uma das ações pleiteava-se o saque imediato de quase R$ 60 milhões. Para tanto, a denúncia afirma que eles ofereciam vantagem indevida a gerentes de banco, utilizavam terceiros para propor as ações e solicitavam vantagens, para si e para outros, a pretexto de influir em decisões de autoridade judiciais.

Dentre os denunciados estão João Bosco de Souza Coutinho, Michel Saliba Oliveira, João Marciano Oddpis, José Lagana e Sílvio Carlos Cavagnari, que estão presos preventivamente desde 15 de fevereiro. As informações são da Justiça Federal do Paraná. Quando da prisão dos acusados, foi apreendida com um deles uma decisão judicial que determinava o saque imediato de R$ 100 milhões.

Revista Consultor Jurídico, 22 de março de 2005, 22h25

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/03/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.