Consultor Jurídico

Notícias

Casa de ferreiro

Ministério Público denuncia funcionários da Porto Seguro por fraude

Comentários de leitores

4 comentários

Simplesmente muito digna e honrada a posição e ...

Marcos W. (Advogado Autônomo - Civil)

Simplesmente muito digna e honrada a posição e atitude do MP Paulista a respeito desta Ação Penal, que deve desbaratar de vez este esquema inescrupuloso articulado ppor esta "empresa" que se diz dona da pureza e boa fé, sem dizer no fato de quantos já não foram prejudicados por tal manobra malévola, acredito que se o MP for mais à fundo, achará mais sujeira e falcatruas, pois a lama só começou a ser revolvida. Esta empresa pratica o terrorismo empresarial, que só dessa maneira pode justificar lucros tão astronômicos.

Até hoje eu não posso acreditar que o Joel tenh...

lrochac (Advogado Autônomo - Civil)

Até hoje eu não posso acreditar que o Joel tenha sido capaz de sacrificar toda sua carreira por causa de desta sujeirada toda. Estudei Direito com ele por 5 anos e sempre me pareceu uma pessoa correta. Acreditavamos que ele era mesmo ex Policial Federal. Era o que ele dizia ser. É muito estranho a gente assistir a tudo isto sem lamentar pelo profissional que ele poderia ter sido. É muito triste. Joel, aonde vc estiver, Deus proteja a sua familia e ilumine seu caminho.

Gostaria de registrar os meus sinceros cumprime...

Walter Cunha Monacci (Advogado Assalariado - Civil)

Gostaria de registrar os meus sinceros cumprimentos aos Digníssimos Promotores de Justiça que subscrevem a Denúncia Criminal ofertada. As atitudes da Porto Seguro são conhecidas e comentadas há muito tempo. Eu próprio tenho comhecimento de vários casos semelhantes aos narrados na Denúncia, não só de recusa no pagamento de indenizações por furtos, roubos de veículos e até por colisões, como também as ameaças de Inquérito, sempre sob infundadas alegações de fraude contra Seguro. Como advogado testemunhei pessoalmente, em uma oportunidade, uma ameaça desta natureza, no Depto. de Sinistros da Porto (In) Seguro, contra um cliente. Está, assim, de PARABÉNS o Ministério Público do Estado de São Paulo e que Deus e a Justiça dos homens os ajude, pois o que já foi apurado, aliás muito bem apurado, embora pareça o suficiente, na realidade é apenas a ponta do iceberg. Quanto à Porto Seguro, já havia passado da hora da "casa cair". O curioso seria, agora, a Porto (in)Seguro ter seguro de sua atividade profissional e a sua Seguradora alegar FRAUDE (afirnal, não foi o que praticaram ???), o que a referida empresa costuma imputar aos seus próprios segurados. Seria no mínimo curioso ! E o Govêrno Federal, inclusive a SUSEP, tem algo a declarar ou os relevantes fatos apurados são mesmo normais nas Seguradoras ??? Walter Cunha Monacci advogado - SP/SP

Desejo registrar as minhas sinceras homenagens ...

Walter Cunha Monacci (Advogado Assalariado - Civil)

Desejo registrar as minhas sinceras homenagens ao Ministério Público do Estado de S. Paulo pela dedicada, competente e eficente atuação neste caso, em prol dos inúmeros segurados prejudicados pela quadrilha referida na Denúncia. Como advogado, já tive conhecimento de vários casos de recusa injustificada da Porto Seguro. Em um deles, que acompanhei pessoalmente (Segurado C.A.F. - Veículo acidentado GOL 97) estive com o segurado na Porto Seguro e testemunhei pessoalmente os "métodos" da Porto (In)seguro, como as ameaças de instauração de Inquérito. Graças à nossa atuação o segurado recebeu (mesmo após as ameaças), de forma integral, o valor do Seguro. Acompanho o Inquérito Policial de No. 050.03.096683-3, instaurado em face de injusta recusa de pagamento da indenização por roubo (à mão armada !!!) de veículo, feito que, para a enorme tranquilidade e profundo alívio do segurado, também já está sob os cuidados dos Ilustres Promotores subscritores da Denúncia ora comentada, sendo que o citado procedimento certamente também ensejará a competente, cabida e justa Denúncia Criminal ! Sinceros e efusivos cumprimentos ao Ministério Público do Estado de São Paulo, um dos órgãos de maior atuação do País e que tem merecido o respeito e a confiança de toda a população. A propósito, diante da gravíssima e plenamente fundamentada acusação criminal, diante de tantos fatos concretos levantados pelo Ministério Público, o que terá a dizer, agora, a SUSEP e o Govêrno Federal ? NADA ??? Não seria o caso de cuidarem da ‘casa da mãe Joana’ (E. TACRIM/SP, 10/08/2000, cf. mencionado na Denúncia comentada) ???

Comentar

Comentários encerrados em 30/03/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.