Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Luto na Justiça

Desembargador Euclydes Reis Aguiar morre em Minas Gerais

O ex-presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região e desembargador aposentado Euclydes Reis Aguiar, 70 anos, morreu nesta quinta-feira (10/3) em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Reis Aguiar foi diretor do Foro e titular da 3ª Vara Federal de Belo Horizonte e um dos juízes que instalou o TRF-1, onde também atuou como corregedor. O desembargador deixou mulher e filhas. A Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) soltou uma nota de solidariedade.

Leia a nota da Ajufe

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (AJUFE) lamenta com grande pesar a morte do Desembargador Federal aposentado Euclydes Reis Aguiar, ocorrida hoje em Belo Horizonte, Minas Gerais, no Hospital Felício Rocho.

O Desembargador, que era natural de Boa Esperança, sul de Minas, tinha 70 anos e era associado da AJUFE desde fevereiro de 1979. Foi Diretor do Foro e titular da 3ª Vara Federal de Belo Horizonte, além de ter sido um dos juízes que instalou o Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, onde atuou como Corregedor.

Ao se aposentar voluntariamente, era o presidente do TRF 1, tendo sido por várias vezes convocado para ocupar a função de Ministro do antigo Tribunal Federal de Recursos.

Euclydes Aguiar deixa esposa e duas filhas e um exemplo ímpar de seriedade e dedicação à magistratura. A AJUFE se solidariza com a dor da família.

Jorge Antônio Maurique

Presidente da AJUFE

Revista Consultor Jurídico, 10 de março de 2005, 19h03

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/03/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.