Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Asas quebradas

Ex-presidente da Transbrasil é condenado a dois anos de prisão

O ex-presidente da Transbrasil, Antonio Celso Cipriani, foi condenado a dois anos e quatro meses de prisão em regime aberto pelo crime de apropriação indébita de contribuição previdenciária. A empresa é acusada de descontar a contribuição do INSS do salário dos funcionários e não repassar os valores à Previdência Social, no período de março de 2000 a outubro de 2001.

A decisão é do juiz Alexandre Cassetari, da 4ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Paulo. Cabe recurso. As informações são da procuradoria da República de São Paulo.

Por ser réu primário e não ter cometido um crime considerado violento, Cipriani teve o tempo da pena convertido em prestação de serviços comunitários em instituição que será definida pela vara de Execuções Penais. Isso será feito depois do trânsito em julgado do processo, informou a procuradora da República Thaméa Danelon Valiengo, que atuou na fase final do caso. A denúncia foi apresentada pela procuradora Stella de Fátima Scampini.

Além da pena de prisão, o juiz determinou o pagamento de pena pecuniária de 50 salários mínimos, que será doada a uma instituição, mais multa de 120 salários mínimos. Outros três ex-sócios-diretores da Transbrasil que respondiam ao processo com Cipriani foram absolvidos.

Revista Consultor Jurídico, 1 de março de 2005, 19h56

Comentários de leitores

1 comentário

A Imprensa continua entupida de ...

hammer eduardo (Consultor)

A Imprensa continua entupida de denuncias sobre a grande "amizade" entre o ex-presidente da Transbrasil e o Advogado de Lula , o entender geral é de que "no governo Lula ninguem poe a mão no cipriani" , o pior é que parece ser verdade. Rebuscamentos a parte , a VERDADE é que a companhia sumiu do mapa em Dezembro de 2001 e TODOS os Funcionarios ficaram com o pau do pirulito na mão sem receber uma unica moeda de indenização a qual "em tese" no tal estado de direito de que tanto gostam de falar, eles teriam direito. Agora para aumentar o escarnio com o sofrimento dos Funcionarios da Transbrasil, aparece o nebuloso dono da Ocean Air aqui do Rio de Janeiro oferecendo-se para bancar o "Lazaro" e levantar a Transbrasil da tumba junto com o cipriani, agora como cargueira e se possivel continuando a fazer de conta que os ex-Funcionarios nunca existiram. Este é o verdadeiro retrato sem retoques do Brasil de ontem , hoje e sempre, se Voce for Amiguinho dos donos do poder de plantão, pode armar a vontade que nada acontece. É triste , é nojento mas é a verdade que nenhum palavreado rebuscadinho para embrulhar incauto não consegue modificar.

Comentários encerrados em 09/03/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.