Consultor Jurídico

Medida paliativa

Defensores em greve anunciam atendimento na Polinter-RJ

Os defensores públicos do Rio de Janeiro anunciaram que irão promover atendimento extraordinário em frente à Polinter, onde ficam os detentos que aguardam julgamento, na próxima quarta-feira (29/6). O objetivo é encaminhar os casos mais urgentes, aliviar a superlotação e dar orientação às famílias dos presos. A decisão foi tomada em assembléia desta sexta-feira (24/6).

Em greve há quase 20 dias, a categoria afirma que ainda não recebeu nenhuma proposta por parte do governo estadual. Eles reivindicam a realização de concurso público, melhores condições de trabalho e reajuste salarial de 62,51% (equiparação com o Ministério Público e os juízes).

Essa será a segunda vez que os defensores promovem atendimento extraordinário desde que iniciaram a paralisação. No último dia 16, eles prestaram esclarecimentos à população e encaminharam os casos mais urgentes. Calcula-se que mais de 120 mil atendimentos tenham deixado de se realizar desde 6 de junho, data de início da greve.

Também está agendado um ato público dos defensores para a terça-feira (28/6), na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro. A greve segue por tempo indeterminado.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 24 de junho de 2005, 21h23

Comentários de leitores

5 comentários

O povo brasileiro, atraves da Carta Magna Const...

Amélia Soares da Rocha (Defensor Público Estadual)

O povo brasileiro, atraves da Carta Magna Constitucional, nao busca a mais solucao barata, mas a mais eficaz. E a Defensoria Publica alem de ser constitucional, eficiente, adequada, ainda e a mais barata (tanto isto e verdade que basta que se compare o custo e a eficiencia da Defensoria Publica do RJ com o inconstitucional convenio existente em SP).

PARABENS AOS DEFENSORES PUBLICOS DO RIO DE JANE...

Amélia Soares da Rocha (Defensor Público Estadual)

PARABENS AOS DEFENSORES PUBLICOS DO RIO DE JANEIRO!! E DEVER INSTITUCIONAL DA DEFENSORIA PUBLICA DEFENDER A SUA EXISTENCIA DIGNA!! POR QUE TRATAMENTO DIFERENCIADO DO ESTADO A INSTITUICAO QUE VISA O ACESSO A JUSTICA?

A unica saida para a efetivacao democratica, em...

Amélia Soares da Rocha (Defensor Público Estadual)

A unica saida para a efetivacao democratica, em conformidade com o principio da igualdade, e uma Defensoria Publica forte e efetiva. Como diz Silvio Roberto Mello Moraes: "É justamente pela importância do papel da Defensoria Pública e sua direta influência na mudança do atual quadro social, que a instituição, não raras vezes, se depara com poderosos inimigos que, pertencentes às fileiras dos opressores e antidemocráticos, não pretendem qualquer mudança na situação social presente. Muitas vezes, travestidos de falsos democratas, agem sorrateiramente, enfraquecendo e aviltando a Instituição que certamente mais lhe assusta, pois o seu papel transformador, reduz o domínio que exercem sobre os desinformados e despreparados que, infelizmente, constituem a maior parte da nação brasileira. Preocupa-os, portanto, a idéia de uma defensoria Pública forte, independente e transformadora, capaz de exercer com altivez sua missão constitucional, livre de ingerências políticas". E preciso que, juntos, somemos esforcos para a efetivacao concreta da Defensoria Publica.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 02/07/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.