Consultor Jurídico

Denúncia recebida

STJ aceita denúncia contra Luiz Francisco e repórter da ConJur

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça aceitou a ação penal pelos crimes de calúnia e difamação impetrada pelo senador Jorge Bornhausen contra o procurador regional da República Luiz Francisco de Souza e contra o repórter especial da revista Consultor Jurídico Claudio Julio Tognolli.

A ação foi motivada pela publicação da notícia intitulada “Olho do Furacão — MP acusa Bonrhausen de lavar US$ 5 bilhões”, veiculada na ConJur, em 2003. O texto reproduz afirmação de Luiz Francisco, segundo a qual o senador teria lavado o montante em esquema que envolveria traficantes, doleiros e sobras de campanha.

A denúncia contra Luiz Francisco foi recebida por maioria. Quatro ministros não receberam a denúncia em relação ao jornalista. As informações são do site do STJ.

APN 388




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 15 de junho de 2005, 20h13

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/06/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.