Consultor Jurídico

Notícias

Vítima da violência

Procuradora de 27 anos é morta com um tiro na cabeça, em Santos

A procuradora do Estado Camila Pires Pereira, de 27 anos, foi assassinada nesta sexta-feira (3/6), às 21h03, em frente à sua casa, em Santos (SP), com um tiro na cabeça. Ela voltava de São Paulo, onde trabalha.

O irmão da vítima, Thiago Pires Pereira, que estava próximo ao local, ouviu o disparo e viu um homem correndo, armado, com a bolsa de sua irmã nas mãos. Ele ainda pensou em perseguir o assaltante, que se voltou para ele e atirou. O irmão da procuradora, então, retornou e viu Camila caída na calçada, com um ferimento na cabeça.

No PS Central, foi constatada a morte de Camila. Algumas testemunhas contaram ter visto o suspeito entrar em um veículo escuro, que estava parado na mesma rua, segundo informações fornecidas pelo 7º DP, onde o crime foi registrado.

O velório de Camila está sendo feito, desde as 11 horas deste sábado (4/6), no Hospital da Beneficiência Portuguesa de Santos. O enterro está marcado para as 16h30, no cemitério do Saboó.


Revista Consultor Jurídico, 4 de junho de 2005, 15h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/06/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.