Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Os sem-prefeito

Nove cidades terão novas eleições e outras ainda aguardam data

Enquanto a absoluta maioria dos municípios brasileiros já acompanha as primeiras medidas e ações dos novos prefeitos, pelo menos nove cidades de cinco estados brasileiros ainda vão definir quem serão os seus administradores para os próximos quatro anos.

No mês de fevereiro as cidades de Ouro e Ouro Verde (SC), Bento de Abreu, Iaras, Ibirarema, Viradouro e Serra Negra (SP), Novo Hamburgo (RS) e Malta (PB), vão eleger seus respectivos prefeitos e vice-prefeitos. Nessas localidades, as eleições de outubro passado foram marcadas pelo número de votos nulos superior ao de votos válidos ou pela cassação de candidatos.

A lista tende a crescer ainda mais. No estado de São Paulo a cidade de Mauá ainda não conheceu o novo prefeito, já que diversas ações e recursos impetrados por Márcio Chaves (PT) e Leonel Damo (PV), ainda aguardam decisão da Justiça Eleitoral. Enquanto isso, o presidente da Câmara Municipal é quem comanda a cidade.

No estado do Mato Grosso, pelo menos 12 cidades apresentam situação pendente. Em Minas Gerais são grandes as chances de haver nova eleição em seis municípios.

As cidades de Campinorte (GO) e Ipubi (PE) só aguardam a Justiça Eleitoral marcar a data das novas eleições. Em Tucunduva (RS) a situação também pode mudar caso o Tribunal Superior Eleitoral acate um recurso de um candidato e convoque novo pleito.

Revista Consultor Jurídico, 10 de janeiro de 2005, 21h06

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/01/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.