Consultor Jurídico

Preço do homicídio

Juiz condena três por assassinato de advogado em Goiás

O juiz Fábio Cristóvão de Campos Faria, da 9ª Vara Criminal de Goiás, condenou três acusados pelo assassinato do advogado Leandro Bandeira de Carvalho Melo. O crime ocorreu em 11 de agosto de 2004. Os condenados tentaram roubar a caminhonete do advogado.

Fernando Vieira Sales, o Crioulo, foi condenado a 22 anos de reclusão. Demervone Batista Pinheiro, o Trindade, pegou 22 anos e 6 meses de reclusão e Leandro Rodrigues da Silva, o Carequinha ou Feio, foi condenado a 13 anos e 4 meses de reclusão, todos em regime integralmente fechado.

Como o laudo pericial de exame de insanidade mental constatou transtorno de personalidade em Fernando Vieira Sales sua pena foi reduzida em um ano. Entretanto, apesar de reduzir a pena, o juiz considerou o réu é inteiramente capaz de entender o caráter ilícito do fato.

O juiz também diminuiu a pena de Demervone Batista Pinheiro em 6 meses por verificar que ele tem bons antecedentes. Porém, o juiz admitiu sua culpa e avaliou sua conduta como reprovável.

Ao reduzir a pena de Leandro Rodrigues em um ano, o juiz considerou seu baixo grau de instrução, bons antecedentes, pois esse é o único processo criminal existente contra ele, e o fato de ser morador de rua.

Segundo o Ministério Público de Goiás, o advogado foi abordado e alvejado enquanto esperava que seu pai tirasse o carro da garagem de sua casa.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 27 de dezembro de 2005, 15h06

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/01/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.