Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

O dr. José Carlos da Silva parece ter se equivo...

Raul Haidar (Advogado Autônomo)

O dr. José Carlos da Silva parece ter se equivocado nas críticas dirigidas à Polícia Federal, pois quem faz denúncia é o Ministério Público e quem a aceita é o Juiz. Se ocorreram denúncias "fortemente ineptas", a inépcia não pode ser atribuida à Polícia Federal, mas ao MPF. E se há aceitação de denúncia inepta para "satisfazer um dado anseio identificado na opinião pública", a responsabilidade cabe ao Magistrado que a aceitou. As funções da PF estão definidas nbo artigo 144 § 1º da Constituição, não lhe cabendo fazer ou aceitar denúncias. Ressalvados alguns exageros pontuais a serem evitados, como por exemplo o uso indiscriminado e exagerado de algemas e alguns casos de exibicionismo que parecem resultar da imaturidade de alguns agentes, o trabalho da Polícia Federal tem sido eficiente e louvável. O Poder Executivo precisa dar à PF os recursos humanos e materiais de que ela necessita, inclusive para reativar os postos de fronteira que estão desativados. Aliás, nas fronteiras secas especialmente, também devem ser ampliada a presença do Exército. Não basta combater contrabando na Galeria Pagé e na Avenida Paulista ou o tráfico de drogas nas casas noturnas da Rua Augusta ou festas "rave". É indispensável que as fronteiras e as alfândegas sejam melhor vistoriadas. De qualquer forma, feitas as ressalvas citadas, a Polícia Federal é uma instituição que cada vez mais se torna merecedora do respeito do Brasil. Por isso mesmo não pode sofrer interferências de políticos. Parabens aos Policiais Federais pelo trabalho sério que fazem.

A Polícia Federal precisa de uma "Carreira Ùnic...

Frankil (Funcionário público)

A Polícia Federal precisa de uma "Carreira Ùnica" para se modernizar e seus Membros poderem ter melhores condições de trabalho, pois hoje a PF vive com "discursões" entre Agentes e Delegados, devido a Poder concentrado, fica inviável em alguns momento a permanência no órgão de alguns bons policiais federais que se investem em outras carreira com a do MP e Magistratura, vamos torcer para que o Ministério da Justiça envie o Projeto de Lei que vai criar a CARREIRA ÚNICA na PF ao Congresso Nacional, pois o projeto já foi bastante discutido no âmbito das representações de classe, faltando apenas o enviu ao Congresso,só assim poderemos desfrutar de uma Polícia Federal de primeiro mundo nos moldes do FBI Americano. Faço inclusive um apelo ao site Consultor Jurídico que apóe esta idéia, através de divulgações deste projeto, se possível, pra que tenhamos o mais breve possível a discursão desse projeto de Lei no Congresso Nacional. De qualquer forma, quero dizer que a Polícia Federal do Brasil, está de Parabéns e é orgulho de nossa nação!!" Ivanilson Alves Campinas SP

A matéria deveria esclarecer que muitos outros ...

Marin Tizzi (Professor)

A matéria deveria esclarecer que muitos outros inocentes deixaram de ser preservados, como o delegado Bertin, os juizes Mazloum, e sabe-se lá quem mais, que as decisões definitivas dirão.

Dijalma Lacerda - Presidente da OAB/Campinas/C...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Dijalma Lacerda - Presidente da OAB/Campinas/Cosmópolis/Paulínia/SP. Na verdade, a classe dos Advogados jamais deixou de parabenizar a Polícia Federal no que diz respeito ao seu empenho no combate à criminalidade. Não. E nisto continua de parabéns, augurando, todos nós, que continue assim. O que nós Advogados combatemos, foi o abuso de ALGUNS SETORES DA PF, felizmente poucos, que insistiam em invadir escritórios de advocacia revirando tudo,e, sem mandados específicos e direcionados, abriam pastas e devassavam arquivos, inclusive de clientes outros que nada tinham a ver com a investigação, além do absurdo de que a investigação geralmente não envolvia os titulares do mesmo escritório. Foi contra isto que nós Advogados nos insurgimos, obtendo o reconhecimento do próprio Ministério da Justiça que baixou a conhecida portaria 1288 de 30 de junho de 2005, a qual, aliás, nada mais fez do que (embora ainda timidamente), determinar que a lei fosse cumprida. Afora isto, afora as iniquidades praticadas por alguns maus policiais, como por exemplo no sumiço de coisas das dependências da PF, e afora o rompante de alguns outros (já bem poucos também) que ainda insistem em tratar mal os Advogados, parabéns à nossa Polícia Federal e parabéns ao brilhante trabalho que vem sendo desenvolvido pela sua Associação. Dijalma Lacerda.

Comentar

Comentários encerrados em 25/12/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.