Consultor Jurídico

Notícias

Vítima da criminalidade

OAB pede investigação sobre assassinato de advogado no MA

O Pleno do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil se manifestou em nota oficial contra o assassinato do advogado Valdecy Ferreira Rocha, ocorrido na última quarta-feira (30/11). O advogado foi alvejado com três tiros na cabeça em frente à prefeitura de Imperatriz, a segunda maior cidade do Maranhão, a 600 quilômetros de São Luís.

A entidade entrou em contato com o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, para solicitar a colaboração da Polícia Federal nas investigações, visando o esclarecimento do assassinato e a prisão dos culpados. Ainda não se sabe se o crime tem relação com o exercício da advocacia.

No entendimento dos conselheiros federais da OAB, o fato demonstra "o completo esfacelamento da Segurança Pública na referida cidade, pois inúmeros são os homicídios que lá ocorrem, sem uma efetiva resposta das autoridades do estado do Maranhão".

O presidente da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil, José Caldas Gois, solicitou do governador do estado, José Reinaldo Tavares, o empenho dos órgãos de segurança no esclarecimento do assassinato.Goís entregou ao governador um dossiê com todas as informações sobre o assassinato do advogado.

"Repudiamos, com veemência, o clima de violência que se instalou em Imperatriz, que apresenta índices de criminalidade preocupantes. É necessário que as autoridades competentes adotem, com urgência, medidas que possam garantir a segurança dos cidadãos daquele município, que estão se sentindo cada vez mais inseguros e desprotegidos", reclamou Caldas Gois.

O governador garantiu ao presidente da OAB/MA que irá pessoalmente à cidade de Imperatriz para tratar da questão. "Estamos preocupados com o clima de violência que impera naquela cidade e faremos o possível para garantir a tranqüilidade e a segurança da população local", salientou.

Leia íntegra da nota do Conselho Pleno da OAB:

"O Conselho Federal da OAB, quando da Reunião do Pleno da Entidade, levada a efeito em 5 de dezembro de 2005, manifesta sua indignação e repúdio pelo brutal assassinado do advogado Valdecy Ferreira da Rocha, ocorrido no dia 30 de novembro de 2005 em frente à Prefeitura Municipal de Imperatriz (MA), o que demonstra o completo esfacelamento da Segurança Pública na referida cidade, pois inúmeros são os homicídios que lá ocorrem, sem uma efetiva resposta das autoridades do Estado do Maranhão.

A respeito, a Ordem dos Advogados do Brasil, que tomou conhecimento do trágico e lamentável episódio por meio de expediente de 1º.12.2005, do Exmº Sr. Presidente da OAB-MA, José Caldas Góis, dirigiu ofício ao Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, em 02.12.2005, solicitando que a referida Pasta, através da Polícia Federal, oferecesse a necessária colaboração à Polícia do Estado do Maranhão, visando o esclarecimento do fato, com a conseqüente prisão dos criminosos, o que demonstra o inconformismo do Conselho Federal da OAB com a situação que vem deixando alarmada a pacífica sociedade daquela Unidade Federativa, que se encontra refém da criminalidade".


Revista Consultor Jurídico, 6 de dezembro de 2005, 19h48

Comentários de leitores

1 comentário

Embora trabalhe em TEresina-PI, sou de Imperatr...

Gini (Servidor)

Embora trabalhe em TEresina-PI, sou de Imperatriz-MA e sei dos descasos que ocorrem por lá em termos de combate à violência. Lá se leva a Júri uma "tentativa de homicídio", mas por Homicídio mesmo é difícil. O Governador do MA só quer saber dele mesmo, as estradas p/ Imperatriz são crateras a céu aberto, e todo dia tem morte por lá. Lá se mata de tudo: prefeito, advogado, etc. E ainda quer se reeleger, só não vai ser com os votos de Imperatriz-MA. Minha cidade natal está entregue aos criminosos.

Comentários encerrados em 14/12/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.