Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Problema familiar

Preso oficial de Justiça acusado de atirar em juíza

A Polícia Civil de Belém do Pará prendeu, na manhã de quarta-feira (17/8), o oficial de Justiça acusado de atirar na juíza Helena Dornelles, da 13ª Vara Cível de Belém. O incidente ocorreu na terça-feira (16/8). Ela foi atingida no tórax e no ombro. A juíza já passou por cirurgia e, segundo o boletim médico, seu quadro clínico é estável.

Moisés Raimundo é sobrinho da juíza. Segundo o irmão do oficial de Justiça, em novembro de 2004, ele tentou entrar numa loja de automóveis com seu carro. A partir daí sua tia — a juíza baleada — e a mãe dele o aconselharam a fazer tratamento psiquiátrico. Depois da alta hospitalar, o oficial de Justiça se voltou contra a tia e a mãe.

Na delegacia, o oficial de Justiça declarou que o motivo do crime foi um problema de família. Moisés Raimundo Pinho de Azevedo foi preso na Rodovia PA-150, quando viajava de Parauapebas para Altamira. O preso chegou às 18h a Belém (PA) para prestar depoimento.

Revista Consultor Jurídico, 18 de agosto de 2005, 17h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/08/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.