Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Vaga no MP

Concurso para promotor em RO oferece salário de R$ 10,7 mil

O Ministério Público do Estado de Rondônia abriu, na segunda-feira (1/8), o XVIII Concurso Público de Provas e Títulos para Promotor de Justiça Substituto.Estão sendo disponibilizadas dez vagas, das quais 10% destinadas a pessoa portadora de deficiência física. O concurso tem validade de dois anos, e outras vagas que vierem a ser abertas no período serão preenchidas. O salário inicial é de R$ 10,7 mil.

As inscrições podem ser feitas pela internet no site www.mp.ro.gov.br, até o dia 30 de setembro de 2005. A taxa de inscrição é de R$ 120. No mesmo endereço, estão disponíveis o regulamento e o edital do concurso, além do programa de disciplinas exigidas nas provas, o calendário e os atos administrativos do concurso.

As provas serão aplicadas em local e horário indicados em edital publicado com antecedência mínima de 24 horas. A primeira fase (teste com questões de múltipla escolha) será aplicada no dia 16 de outubro. A segunda fase (prova escrita para todas as disciplinas, com questões teóricas e práticas) ocorre nos dias 23, 24 e 25 de outubro. Nessa fase só serão admitidos os 200 primeiros aprovados na primeira fase. O candidato que não comparecer a qualquer prova será excluído, não se admitindo justificativa.

São requisitos: ser brasileiro; ter concluído o curso de Direito; ter aptidão física e mental para o exercício do cargo; estar em dia com as obrigações eleitorais e do serviço militar; não registrar antecedentes criminais; nao estar respondendo a processo criminal; não estar respondendo a processo administrativo no serviço público; e ter ao menos três anos de atividade jurídica.


Revista Consultor Jurídico, 10 de agosto de 2005, 19h21

Comentários de leitores

2 comentários

Não acredito que seja somente uma questão de le...

Flavio Andre Przybysz - Curitiba (Outros)

Não acredito que seja somente uma questão de lei de responsabilidade fiscal. Os salários para algumas regiões tem e devem ser atraentes. Lembro que o estado do Acre, a 1 ou 2 anos, promoveu concurso para médico oferecendo salário de 10mil reais livres (com algumas vantagens extras) e mesmo assim teve baixo número de candidatos.

Mais um efeito "moralizador" da Lei de Responsa...

Ottoni (Advogado Sócio de Escritório)

Mais um efeito "moralizador" da Lei de Responsabilidade Fiscal que, quebrando o princípio fundamental da Federação, que é o da autonomia das unidades federadas, nivelou por baixo, fixando o limite de gastos com pessoal em 48% do orçamento respectivo. Sem atividades necessárias como o maior porto da América do Sul, dos maiores aeroportos do continente, e outros encargos típicos de uma metropole como São Paulo e inexistentes na aprazível Porto Velho, os 48% do orçamento de Rondonia representam muito mais disponibilidade do que os 48% do orçamento de São Paulo. Isso permite que em Rondônia um Promotor de Justiça ingresse na carreira vencendo o dobro do que o Estado de São Paulo pode pagar aos seus. No simpático Rio Grande do Norte recentemente encerrou-se concurso para procurador do Tribunal de Contas daquele Estado, para preenchimento de 9 cargos, com salário inicial de R$.11.000,00. Todavia, essa lei absurda faz a delícia do senso comum ignorante que nela vê uma medida moralizadora.

Comentários encerrados em 18/08/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.