Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Terror no interior

Escritório de advocacia de Mato Grosso é atingido por tiros

O escritório de advocacia de Adriane Marcon e Graziela Filipetto Bouchardet, em Lucas do Rio Verde, Mato Grosso, foi atingido por seis disparos de arma de fogo. O atentado aconteceu no dia 21 de julho, mas só agora foi tornado público para que as investigações não fossem prejudicadas. Até o momento ninguém foi preso.

Os tiros foram disparados contra a parede de vidro da fachada do escritório onde estava o nome e as áreas de atuação das duas profissionais. A parede de vidro, que ficou totalmente destruída, fazia divisão da sala de Adriane Marcon com a rua. Os seis disparos atravessaram os vidros e perfuraram os móveis e paredes. Não havia ninguém no escritório.

As advogadas suspeitam de partes contrárias em julgamentos. “Mais uma vez ocorre um atentado contra advogados em Mato Grosso. Vamos buscar todas as formas possíveis para que esse crime seja desvendado”, afirmou o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil do estado, Francisco Faiad. “É inacreditável tal acontecimento em uma sociedade que se diz democrática”, disse Adriane Marcon.

Revista Consultor Jurídico, 5 de agosto de 2005, 21h17

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/08/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.