Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

Concordo que alguém que ganhava dezoito mil men...

Julius Cesar (Bacharel)

Concordo que alguém que ganhava dezoito mil mensais não tenha direito aos benefícios da Justiça Gratuita. Discordo entretanto que ele não tenha direito ao benefício em razão de estar assistido por advogado particular. Endosso aqui o comentário do Wilson Luiz - o contrato do advogado na Justiça do Trabalho é de risco. O advogado só ganha se a causa for vencedora. O Sr Ministro do TST deve rever seu posicionamento a fim de não fazer injustiça

O contrato de honorários em ação trabalhista co...

wilson luis (Advogado Autônomo - Civil)

O contrato de honorários em ação trabalhista com advogado particular, é contrato de risco, pois, depende do exito da ação para o pagamento dos honorários,e a concessão da justiça gratuita independe de quanto o reclamante percebia por mês.

Depois da recente emenda constitucional, as cus...

LUÍS  (Advogado Sócio de Escritório)

Depois da recente emenda constitucional, as custas vão para o judiciário. Vocês acham que ele vai querer abrir mão de receita? Justiça gratuita já foi um sonho, agora será uma utopia.

Esta bobagem, de proporções bíblicas, tem conta...

Joao Antonio Motta (Advogado Autônomo)

Esta bobagem, de proporções bíblicas, tem contaminado o Poder Judiciário como um todo. Pobre tem direito à assistência judiciária; necessitado (que pode ou não ser pobre) pode contratar, sim, advogado (muitas vezes em "success fee")e usufruir da gratuidade de justiça - QUE NADA, ABSOLUTAMENTE NADA, TEM A VER COM ESTADO DE POBREZA, MAS, SIM, DE NECESSIDADE.

Comentar

Comentários encerrados em 11/08/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.