Consultor Jurídico

Comentários de leitores

43 comentários

Na minha singela opinião, esta caso dos GALOS, ...

Gilberto Oenning (Outros - Consumidor)

Na minha singela opinião, esta caso dos GALOS, ou melhor das rinhas--DUDA--, tudo não passa de pura hipocresia, tanto da lei, como da PF, que sempre quer aparecer... Gostei muito de cada comentários super inteligentes referente a matéria... Sem esquecer da festa da imprensa.....???? claro...

Uma frase lapidar para o caso: "NÃO DEVEMOS ...

Orlando (Consultor)

Uma frase lapidar para o caso: "NÃO DEVEMOS PROCURAR EXPLICAÇÃO PARA O INEXPLICÁVEL".Do Jornalista Jorge Góes.Perfeita.

Um fato que me chama a atenção neste imbróglio ...

Manuel Sabino (Bacharel - Administrativa)

Um fato que me chama a atenção neste imbróglio todo é a queda vertiginosa da consciência ambiental no Brasil. Achar bobagem incitar, por pura diversão, dois galináceos a se digladiarem até a morte é, no mínimo, assustador. Nada justifica esta barbaridade, nem mesmo o principal incitador da prática ser amigo pessoal do Presidente. Não dá para comparar esta diversão macabra com o abate para fins alimentares, por razões óbvias. Comparar tal atividade com o boxe é esquecer ser o esporte uma atividade fomentada pelo Estado, assim como os riscos advindos do trânsito nas grandes cidades, por exemplo. A rinha de galo, longe disso, é proibida pela lei. Por fim, existem vários marketeiros que não buscaram a fama ou a proximidade do poder. "Duda" é uma figura pública por escolha própria. A exposição na mídia, infelizmente, vem para o bem e para o mal.

Esse duda, devemos esculacha-lo mesmo, pois ten...

Ismerino José Mendes Junior ()

Esse duda, devemos esculacha-lo mesmo, pois tenho certeza que seus galos comem melhor que muito negro pobre de favela, porque em vez de ver briga de galos, não vai visitar um creche, e ajudá-la, porque não vai a um asilo espero que não precise nunca, pois é a coisa mais deprimente que o ser humano pode sofrer e solidão; porque não pega esse galo tratado como rei mate-o e de as pessoas carentes, porque é de praxe entre os galista que se seu galo morre o dono não come; porque não chmaou o presidente para ver essa briga; porque não chamou a marta como toda aquela arrogancia para ver essa briga pois tenho certeza que irá gostar. Não me venha com papo furado que não aposta porque aposta sim e muito alto; para finalizar o delegado que recolheu o dinheiro, deveria doar esse dinheiro para instituição de caridade para as mesmas comprarem galos para comer com macarrão que é um delícia.

Mauro, "um erro não justifica o outro".

Manuel Sabino (Bacharel - Administrativa)

Mauro, "um erro não justifica o outro".

Esse é o preço da fama!....A fama da "ibope" e ...

Gilberto Leme (bel. Direito-serv. Publico) ()

Esse é o preço da fama!....A fama da "ibope" e tudo o que a ela estiver ligado melhora o desempenho da mídia. Melhora muito mais quando o protagonista não prevê que ele pode ser a "próxima vítima". "Quem tem inteligência para criar tem que usá-la também para prever." Este deveria ser o princípio a ser seguido. No entanto, de vez enquanto alguém é flagado e vira "notícias populares". Briga de galos equipara-se a prender passarinho na gaiola para os ouvir cantar(de tristeza é claro!) Mas, milhares de pessoa ainda não se deram conta disso. Para certas coisas erradas nem mereciam leis como essa, mas sim o bom senso do ser humano com relação aos outros seres da Terra. Incluem-se nisso as touradas de Madri, cidade do velho continente primeiro mundo,brigas de pitbull,e até brigas de passarinhos que já assisti por esse Brasil afora.Bem "dura lex sed lex"? Desobiência vai ser sempre crime. Gilbero Leme

É importante falar de pessoas importantes??...

Mauro Roberto ()

É importante falar de pessoas importantes?? Agora eu pergunto: Vcs não acham tão hipócrita esse exagero de polêmica em torno das rinhas, enquanto a mídia exalta as lutas de box, vale-tudo, rodeios de touros e cavalos etc. A Gazeta do Povo do dia 31/10/2004 traz materia sobre um lutador de vale-tudo que ira se apresentar no Japão. Legal né!! Será que este homem volta vivo???? Não estaria na hora de pensarmos também na defesa do menino de rua, velhos, mendigos etc. Opção: Só serve no caso para as rinhas de galos? Vejamos: Os touros e os cavalos de rodeios são sempre consultados para participar dos eventos promovidos pelas grandes cias, e olha que é monumental o Barretão. Mas tudo bem, apertem os bagos que os bichos bulam, não é nosso mesmo!! Deixem os galos que briguem!!!!!

Lei é lei e deve ser cumprida. Porém, há de se ...

Américo Santos Corrêa ()

Lei é lei e deve ser cumprida. Porém, há de se questionar leis que nada representam para a sociedade. Quantos, em períodos da humanidade, assistiram negros sendo chicoteados porque àquela época era "legal" a escravidão. Com o AI-5, o Governo Militar fazia e acontecia, prendia e arrebentava. Podia, pois era "legal". Certamente tivemos milhares balançando a cabeça, em sinal positivo, pois "o governo faz porque a lei permite". Prenderam Vlado porque tinham uma "lei" garantindo a prisão. Ora, assistir uma briga de galo (confesso que eu não perderia meu tempo com essa besteira, mas gosto é gosto) é ilegal, mas assistir uma corrida de cavalo, com homens chicoteando animais para ver qual deles, ferido (chicote não fere ??), vence a disputa, é legal. Leis caducam, ainda mais leis criadas para atender o pensamento de um governante de então, que não gostava de briga de galos. A questão não é se a prisão de Duda deve ou não ser explorada, se há privilégio ou não. A verdadeira questão é a sociedade ter capacidade de cotidianamente encarar a sua hipocresia. A verdade, como já foi dito, geralmente é vista, mas raramente comentada. Infelizmente, não existe harmonia no avanço. Por isso, alguns como Gaspari se insurgem contra sandices "legais". Outros, presos em seus limites legais, cobram o respeito àquela lei. Até que o Congresso revogue a Lei. Daí em diante pode.

O amigo do rei pode. Pode infringir a lei, pode...

Silvia Luiza Lakatos ()

O amigo do rei pode. Pode infringir a lei, pode torturar animais (são APENAS animais, não é mesmo?), pode ligar para o Ministro da Justiça na hora em que é preso em flagrante. Pode tudo. É triste ver o senhor Elio Gaspari se prestando ao papel de defensor do indefensável. Dá-me ganas de exigir de volta o dinheiro que já gastei em livros escritos por ele...

Caro Elio, Faço minhas as palavras do Sr. S...

Izabel Tieri ()

Caro Elio, Faço minhas as palavras do Sr. Shintaro Furumoto, nos comentários do Consultor Jurídico na Uol (texto abaixo copiado) e digo mais, como um publicitário que faz as campanhas oficiais do nosso País, se dá ao direito de falar ao vivo para os meios de comunicação que todo mundo sabe que ele tem esse hobby a muito tempo, ou seja, querendo dizer, O MEU HOBBY É MAIS ANTIGO QUE A LEI, PORTANTO O QUE VALE MAIS É MEU HOBBY E NÃO A LEI. Como o publicitário oficial do Partido PT que hoje representa o Governo Brasileiro, pega o seu celular e liga para o Ministro da Justiça mandando cancelar uma operação, que é o Sr.Duda Mendonça para ter a ousadia de mandar cancelar uma operação da Policia Federal Brasileira? Que exemplo o publicitário do maior partido brasileiro e de nosso país esta passando para as crianças e jovens brasileiros, ao querer estar acima de nossas leis? Então se tenho um hobby de pichar os muros das casas, de dirigir a 180 km/hora na Bandeirantes, de molestar crianças, de estuprar mulheres, de matar os gatos da vizinhança, de jogar lixo pelas ruas, de não parar em faróis vermelhos, de defecar na rua, de andar pelado, de escutar meu som no último volume as 02hrs da madrugada, ou que seja, considerando que anos atras e a lei não dizia nada contra, me dou ao direito de ignorar a lei e fazer o que eu GOSTO? Fico decepcionada que um colunista de seu nível defenda não a pessoa, mas sim as atitudes cometidas pelo Sr. Duda Mendonça. O erro maior dele não foi infringir a lei, e sim querer se valer de suas influencias para, como no tempo da ditadura, se sair bem da situação. Seria muito mais humilde e digno da parte dele dizer: errei, esta certo, infringe a lei, me desculpem. Errar pode até ser humano, mas achar que não errou e ainda vir cantar de galo para cima da população brasileira, um homem com o prestigio que ele alcançou nessa vida, É VERGONHOSO. Espero que você nem continue pensando da mesma maneira, porque, será também muito VERGONHOSO

Talvez ocorreu um exagero, mas o fato é que uma...

Shintaro Furumoto ()

Talvez ocorreu um exagero, mas o fato é que uma pessoa relativamente conhecida como Duda Mendonça tambem tem uma responsabilidade social. É o preço que se paga por ter se tornado famoso. Portanto, ele que deveria saber muito bem que rinha de galo é proibido pela lei, patrocinar uma atividade ilegal, também deveria saber que, quem inflinge a lei está sujeito a esse tipo de exposição. Está dando um mal exemplo, sendo ele uma figura notória. Assim, acho estranho que jornalista do porte de Elio Gasparini tome atitudes de defesa a favor de um fato como esse. Cometeu ilegalidade, e foi punido por isso. E se foi esculachado, paciência. Ele deveria saber muito bem que quem desafia a lei está sujeito a tal situação. Agora, porque as pessoas não defendem inúmeras situações de pessoas que são esculachadas injustamente, por serem pobres e negros ? Prezado Elio, nessa v. está perdendo tempo e conceito, pois eu acho que v. está defendendo quem não precisa e nem está preocupado com esse tipo de apoio. Ele sabia muito bem o que estava fazendo, e está muito bem preparado para arcar com as consequencias dos seus atos. Agora, v. já assistiu uma rinha de galos ? Foi proibido por ser muito cruel e primitivo, e se alguem sente prazer assistindo isso, então fica claro o que essa pessoa é. Não tem nada a ver com luta de box, pois pugilistas escolhem se vão lutar ou não, e ganham muito dinheiro. Mas criar animais para eles lutarem até a morte, e sentir prazer nisso, além de ganhar dinheiro com isso, parece-me ser claramente uma atividade nada louvável . É importante refletirmos a respeito das personagens que cultivam tal atitude.

O Druida Merdonça não é criminoso não, são as p...

Tiger Siberian ()

O Druida Merdonça não é criminoso não, são as pessoas que sabem oq ele fez, viram muitas vezes ele cometendo essa atrocidade junto com a sua trupe de apostadores, sabem que ele cria galo de briga e tudo mais, que estam acusando-o injustamente. Coitadinho não destrua o criminoso alimente-o e deixe ele cometer mais um crimesinho aqui ali afinal não tem problema pois no final todos criminosos acabam trabalhando para o governo mesmo. hahaha!!!

Cara Profa. Maria, o fato de não se conseguir...

Ricardo Augusto Flor ()

Cara Profa. Maria, o fato de não se conseguir prender todos os criminossos não deve significar que não devamos prender nenhum, não é mesmo? E rinha é crime, box e vale tudo não, até por que, ao contrário dos galos do Duda, os lutadores podem escolher se lutam ou não e podem decidir a hora em que querem que a luta pare, não sendo obrigados a lutar até a morte ou invalidez.

Maltrato de animais é moralmente indefensável, ...

Diogo Araújo ()

Maltrato de animais é moralmente indefensável, e contra a lei, fora que é um sinal de fraquesa de caráter... Quando que colocar dois galos para brigar vai ser um hobby, lembrando que eles não tem a opção de brigar ou não... Simplesmente injustificável... Disse o autor do texto: "Um cidadão com domicílio certo e atividade sabida deve dormir num presídio porque estava assistindo a uma briga de galos?". Ora, sabemos que ele não assistia às lutas, ele as patrocinava, fazia bolsas de apostas, criava galos para esse fim, junto com outras pessoas... Quanto à destruição do tal infeliz, isso é outro assunto, mas devo dizer que fiquei feliz em vê-lo na cadeia... Mas, se um indivíduo que atropela e mata tem esse direito por que o "judiador de galos" não teria tal privilégio também? A resposta: Vivemos no planeta da hipocrisia!

Farinha do Mesmo Saco. O "Garotinho Elio Gaspa...

Tiger Siberian ()

Farinha do Mesmo Saco. O "Garotinho Elio Gaspari" o Druida Merdonça não é diferente de nenhum marginal que cometeu um crime. Assim como você não será se vier a cometer um crime posteriormente. Você que é uma pessoa culta e informada deveria pensar muito antes de escrever um texto que não forma opnião, ao contrario, "tenta" mudar a opnião a respeito de como um criminoso ou outro deve ser tratado. Coitadinhos hahaha!!! É tudo farinha do mesmo saco e se você quer ser bem tratado não vire um criminoso da "rincha pro..."digo da noite para o dia.

Cara Professora Maria das Graças. Temos o péssi...

Benedito Tavares da Silva ()

Cara Professora Maria das Graças. Temos o péssimo hábito de mudar o foco dos debates. Concordo com a Senhora que também o Box e o Vale Tudo são temas que devem ser debatidos, nada obstante, os Galos não vão à rinha por vontade própria enquanto que os lutadores o fazem. Não há nenhuma hipocrisia em estender os debates sobre o marqueteiro e seu hobby. Este é o assunto, e para o tema é que está o foco do debate.

Muita gente comentando a prisão do Duda Mendonç...

Maria das Graças Piccolo Zuany ()

Muita gente comentando a prisão do Duda Mendonça, etc, etc.. Agora eu pergunto: por que não prendem todos que vão assistir às lutas de box, vale-tudo, ... Evidentemente sou totalmente contra rinhas ou qualquer outro tipo de maltrato aos animais. Não entendo porém, como os homens são incoerentes. Alguém já parou para pensar que deveriam defender as pessoas como os galos? Acho tão hipócrita esse exagero de polêmica em torno das rinhas, enquanto a mídia exalta as lutas de box, vale-tudo etc.. Não estaria na hora de pensarmos também na defesa do ser humano e criar leis no sentido de proibir as "rinhas humanas"?

Ora, ora!!! eu já havia lido a biografia dest...

Arnaldo (Bacharel)

Ora, ora!!! eu já havia lido a biografia deste sujeito, como marketeiro ele alcança bem os objetivos do seu cliente sabia que ele curtia cometer um crimezinho básico!!!!. Mas, isso não o diferencia de nenhum outro brasileiro, motivo pelo qual ficou preso e deferia ficar muito mais se fosse necessário. Hj, briga de galo é crime e ponto final, isso não se discute. Se era da ciência de todos como ele diz, deveria o poder público ao dar como vencedora as propostas nas licitações em que uma empresa particular passa a prestar serviços para o governo, deveria estar em contrato que se a contratada, os sócios da contratada incorrer em algum crime, seria automaticamente rescindido o contrato. Pois como sabemos a imagem do sócio da empresa prestadora de serviços a qualquer ente público, vincula-se sim com a imagem do governo, Não importando se o sócio proprietário é o Sr. Duda Mendonça que possui o telefone o Ministro da Justiça na memória do seu celular, ou o "Zezinho da esquina" que só tem o telefone do primo que acabou de tirar a OAB, pois todos somos iguais perante a lei. E não acredite Sr. Gaspari que caso o Sr. for preso por algum crime, o Sr. vai ser solto tão rapidamente quanto foi o Sr. marketeiro! Então, antes de pensar se deve ou não fazer esse estardalhaço todo, pense em não cometer crime, pois neste caso com certeza não haverá exposição negativa.

O satatus profissional ou social, se altera em ...

Benedito Tavares da Silva ()

O satatus profissional ou social, se altera em certas circunstâncias, pela retórica pobre como a que se lê no artigo em comentário, o princípio de que todos são iguais perante a lei, não pode nos convencer que privilégios de toda ordem sejam tolerados. Há um fato e um ato a ser cotejado em face de uma previsão legal tipificada como crime. Não há status pessoais que possam alterar esta realidade jurídica. Pois bem, em que pese a celebridade que coroe o homem, não pode pesar mais do que deve, a despeito de qualquer argumento, para legalizar o que ilegal. O protagonista da notícia transformou um "crime" em hobby. Se a moda pega, qualquer traficante famoso pode também dizer que não vê nada de mais no trafico de drogas, armas etc... e que faz isso por hobby. Não é po aí. Um trabalhador que ganhe mais que mil reais por mês tem como sócio natual o Governo que não exita em lhe exigir i Imposto de Renda além de outros impostos. Um apostador numa briga de galo ganha milhares em apostas sem nenhuma importunação da Fazenda. Mas a despeito de tudo isso e de outras mazelas, o que deve o povo fazer. Aplaudir a celebridade? Concordar com as desculpas esfarrapadas dos amigos e simpatizantes das celebridades? Se o pau de dá em Chico dá em Francisco, não há como amenizar o efeito maléfico à sociedade em razão da pessoa.

Já havia lido a matéria em jornais e me indigne...

Oilicram (Outros - Administrativa)

Já havia lido a matéria em jornais e me indignei. Agora, aqui , no "Consultor", me indignei novamente. Para o meu alívio estou bem acompanhado conforme outros comentários, abaixo (ou acima). Este país tem o dom de criar certas cobras no meio jornalístico, como esse Gaspari, e muitos outros de uma extensa lista, que se acham donos da verdade e passam a se considerar deuses. Aí vêm as mancadas. Como é que pode um sujeito da estirpe do Gaspari, se não deus, mas, sabidamente inteligente e vencedor, dizer tantas asneiras ao mesmo tempo. Em primeiro lugar estamos falando de um crime e, não nos esqueçamos, uma sociedade se constrói com respeito à ordem constituída (dura lex sed lex). Em segundo lugar quem é Duda Mendonça, se não mais um ungido que galgou o posto da fama institucionalizando a politicalha ao contribuir para as mentiras malufistas, incluindo o próprio e outras personalidades no mesmo naipe como um certo Celso Pitta. Aliás, o "sir" Duda, cuja biografia só tem valor na cabeça do Gaspari, também contribuiu para as mentiras petistas (aqueles mesmos do maior estelionato eleitoral que se tem conhecimento na história política) e, como brinde, caiu nas graças do ParTidão e passou a integrar a frente de "comunicação" do governo, para ganhar dinheiro público (o nosso) e investir em galos de briga. Para piorar, o "sir" Duda, pego com a boca na botija, teve o desplante de se justificar, afirmando, indignado, com ares de "eu sou o Duda posso tudo": - "todo mundo no país sabe que eu gosto de briga de galos," (todo mundo não cara pálida - eu mal o conheço tal a sua desimportância para o contexto social do país, e só o associo a uma maquete do fura-fila). Como afirma outro comentário acima (ou abaixo) o artigo do Gaspari, nitidamente, tem como alvo defender interesses petitas, mercê de sua sabida tendencia "esquerdista" (se é que essa bobagem ainda existe). Mas, daí a ocupar espaço na midia para enaltecer um Duda Mendonça da vida... Tenha paciência!!! Vai procurar o que fazer Gaspari !

Comentar

Comentários encerrados em 5/11/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.