Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Duas em uma

Fusão de Sky e DirecTV será analisada pelo Cade

Por 

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deverá receber, nos primeiros dias de novembro, o pedido da anunciada fusão das operadoras de televisão por assinatura Sky e DirecTV.

Existe no órgão um Acordo de Previsão de Reversibilidade da Operação -- APRO, relacionada a uma operação feita no exterior, ainda no ano passado. O documento é assinado entre as duas empresas e o Cade e está com o relator, Luiz Prado, de reestruturação societária.

Segundo a assessoria de imprensa do Cade, as empresas têm até 15 dias úteis após a formalização da fusão para apresentar para a Anatel um pedido de análise da transação pretendida.

Em 2003 a NewsCorp, detentora de 36% da Sky, adquiriu 34% das ações da Hughes, controladora da operadora DirecTV no Brasil. O Cade, após o recebimento do pedido de análise da fusão, terá 60 dias para decidir pela aprovação ou não.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 15 de outubro de 2004, 14h49

Comentários de leitores

1 comentário

Lentamente saímos de um monopólio para outro, c...

morja (Advogado Autônomo)

Lentamente saímos de um monopólio para outro, cadê a famosa fórmula de concorrência anunciada pelo governo em benefício da sociedade? Ou que falou agora muda de idéia como vem acontecendo com as Agências e o Cade que deveriam estar a serviço dos brasileiros protegendo os menos favorecidos pela sorte. O que vemos são a espada de dois gumes que atinge só o mais fraco em detrimento dos poderosos que são as multinacionais. Pobre brasileiro vai sempre morrer afogado nas mãos dos trustes.

Comentários encerrados em 23/10/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.