Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

"S.M.J." jamais haveria como 'apagar' a gest...

Alexandre Eli Alves ()

"S.M.J." jamais haveria como 'apagar' a gestão de Mauricio Correa da história do STF, porque a sua contribuição, com decisões buscando a Justiça e repudiando as 'decisões políticas' marcam de forma inesquecíveis sua passagem pelo Supremo Tribunal Federal. Há que se salientar ainda, já era esperado as atitudes como estas "falhas e esquecimentos", por parte de órgâo governamentais, principalmente quando são os meios que estas pessoas sem estrutura e bagagem agem quando ficam acuados diante das verdades ditas pelo Ilustre Ministros que sempre foi imparcial e não se curvou diante do poderio econômico e politíco que o atual governo osteta. A nossa esperança é que seja realmente uma "falha", e que os demais membros do Supremo Tribunal Federal sejam fortes e imparciais e assim como o Ilustre Ministro Mauricio Correa, sob pena de estarmos realmente no caos, e o que é pior, sem a esperança que outrora estava estapado em nossos Egrégios Tribunais que sempre agiam com a mais lídima Jusitça... Alexandre Eli Advogado

Segundo a assessoria presidencial tudo não pass...

Ivan (Advogado Autônomo)

Segundo a assessoria presidencial tudo não passou de “UMA FALHA”. Não sei por que duvidar disso... Afinal, com tantas aberrações e equívocos grotescos, nada mais normal que nosso governo amigo tenha cometido mais "uma falha". Creio que está tudo explicado e em perfeita consonância com atos pretéritos (expulsão do famoso jornalista americano; caso Waldomiro; "foras" hilários em discursos mundo afora etc.). O Presidente nos prometeu um tal "ESPETÁCULO DO CRESCIMENTO", mas (outra "falha"!), vimos ao longo do tempo o "CRESCIMENTO DO ESPETÁCULO"... circense! Realmente, tudo não passa de meras falhas...

Sob codinome "Outra", a crítica revelou-se in...

Sérgio Paulillo (Advogado Autônomo)

Sob codinome "Outra", a crítica revelou-se inane, pois o anonimato é jaez próprio da iniquidade. Em estrato absolutamente apartidário, é preferível uma eventual discriminação "oposicionista" ante à pecha notória do desmerecimento - não obstante a primeira ser também consequência da segunda -, em um cargo que "deveria" ser ocupado exclusivamente por luminares do ressaber conduzidos de forma exprovada, não obstante a já padecida imagem da instituição como virtual caudatária do fisiologismo presidencial estruturado. Sérgio Paulillo Advogado

Esse fato lamentável me lembra um certo tipo de...

Juacilio Pereira Lima (Estudante de Direito)

Esse fato lamentável me lembra um certo tipo de Governo, que o Presidente disse a seguinte frase: ..."eu bato, prendo e arrebento". Será que tudo isso é por conta do assessoramento sindical desse Governo? E o pior é que aqui no planalto já se fala em reeleição do General, digo, Presidente.

O STF já teve brilhantes, quanto bravos Ministr...

Mauricio Kamayurá (Auditor Fiscal)

O STF já teve brilhantes, quanto bravos Ministros... Victor Nunes Leal, e remanesceu Mauricio Correia. A pequenês do autoritarismo petista, assombra. Assim foi nas "desculpas" da mãozinha, campanha em São Paulo; ignorava prática de crime eleitoral! Será que a assessoria extingüiu-se com a saída "honrosa" do Waldomiro? Por que essa turma, quando pega com a mão na botija, se esquiva, não assume a covardia, preferindo sair com "inocentes" desculpas? A idiotice é um fenômeno que tomou conta da Nação, trazendo péssima experiênciapetista. Cento e oitenta milhões de almas sofrem pela estupidez imposta com cinqüenta e tres milhões de votos! Oh, Catilina ! Até quando abusarás de nossa paciência! Ainda bem que São Paulo está acordando...

Comentar

Comentários encerrados em 22/10/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.