Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Processo de expansão

Servidores do Ibama de São Paulo entram em greve

Todos os funcionários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no estado de São Paulo, aderiram à paralisação. A informação é do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal no Estado de São Paulo (Sindisef), segundo o qual só continuam a trabalhar os funcionários de confiança e as chefias. A paralisação começou no dia 29 de setembro.

Segundo o site Ambiente Brasil, a diretora do Sindisef, Vera Ellen Nascimento Freitas, afirmou que a greve foi iniciada porque o governo desrespeitou quatro pontos do acordo firmado durante a greve ocorrida no ano passado. “Nós tínhamos negociado seis pontos e o governo só respeitou dois. Por isso, decidimos entrar em greve novamente”.

De acordo com o Sindisef, os pontos desrespeitados são: enquadramento imediato dos aposentados e pensionistas na carreira de especialista em meio ambiente, extensão da gratificação concedida aos servidores da Agência Nacional de Águas (ANA) a todos os servidores da carreira de especialista em meio ambiente (gestor ambiental, gestor administrativo, analista ambiental, analista administrativo, técnico ambiental, técnico administrativo e auxiliar administrativo).

Outro ponto desrespeitado é a transformação dos cargos de analista e técnico administrativos em analista e técnicos ambientais e enquadramento dos servidores de nível médio do Ministério do Meio Ambiente carreira de especialista em meio ambiente.

A diretora do sindicato disse que a greve será mantida por tempo indeterminado. Na quarta-feira (6/10), será feita uma nova assembléia. Segundo Vera, até o momento o governo não apresentou nenhuma nova proposta.

Revista Consultor Jurídico, 5 de outubro de 2004, 20h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/10/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.