Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pérolas Processuais

Pérolas: advogado conta piada para ironizar juízes e promotores.

Por 

Uma ilha só de juízes, uma república só de promotores e um foro só de advogados

No bar do foro central de Porto Alegre estavam um advogado, um juiz e um promotor. Falavam do congestionamento de alguns cartórios, da precariedade de funcionamento dos JECs, dos movimentos localizados para que o Ministério Público não possa realizar investigações. Aborrecido, o promotor chutou algo no chão. O magistrado fez que não viu. O advogado se abaixou e pegou -- era uma lâmpada mágica. Esfregou-a e, como de praxe, saiu um gênio.

Este, agradecido por ter sido libertado, disse que realizaria um pedido de cada um deles. Era só pedir!

O juiz impôs que, por ser magistrado, tinha preferência na escolha. Analisou a carreira sofrida dos magistrados, ele que já enfrentara a "estrada do inferno", de Mostardas (RS): "Eu quero uma ilha paradisíaca, e lá formar uma república só de juízes, sem problemas e sem processos". O gênio imediatamente realizou o pedido, mandando o juiz para lá.

Depois, o promotor -- que gostara da idéia do magistrado -- pediu: "Eu também quero um paraíso, para formar uma república só de promotores, mas distante dos juízes e sem advogados". O gênio, atendendo ao pedido, mandou o promotor para lá.

Virando-se para o advogado, o gênio perguntou: "E o senhor, que ficou por último, o que vai pedir?". Ao que o advogado respondeu: "Oh, gênio, já me fizeste dois favores tão grandes, me paga um cafezinho e está tudo certo".

(Da defesa prévia de advogado, na OAB-RS, ante procedimento disciplinar instaurado a partir de representação de iniciativa de juiz e de promotor).

Jurisdição tenística

"O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, em exercício, des. Hélio Barros Siqueira Campos, exarou em data de 03.098.2004, o seguinte despacho: Ofício nº 134/04 (028590-2/2) - Dr. Mozart Valadares Pires, ref. dispensa forense de 05 magistrados que participarão do IX Campeonato Nacional de Tênis dos Magistrados, nos dias 08, 09 e 10/09/2004: "Autorizo ´ad referendum´ do Conselho da Magistratura".

De uma publicação no Diário Oficial de Pernambuco em 6/9/04.

Direito ao sono

"Advogado dorme. Pode parecer mentira, mas advogado precisa dormir, como qualquer outra pessoa. A autora atormentou o contestante com infindáveis ligações telefônicas, à noite, para a residência dele...”

Da réplica do autor, em uma ação de arbitramento de honorários advocatícios, na 7ª Vara Cível de Porto Alegre.

Motociclista devedor & fujão

"Respondendo à pergunta da Inspetoria, informo que o sacado ainda não pagou a duplicata, que teve origem na compra da moto, porque o próprio fugiu na mercadoria".

De um relatório em agência bancária do Banco do Brasil em Brusque (SC).

*A coluna é publicada no site Espaço Vital

 é advogado, editor do site Espaço Vital e articulista da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 1 de outubro de 2004, 12h09

Comentários de leitores

3 comentários

Provérbios cap. 18 2. O tolo não toma praz...

Wilson César ()

Provérbios cap. 18 2. O tolo não toma prazer no entendimento, mas tão somente em revelar a sua opinião.

Grande pato, aparece rapaz...

Fernando ()

Grande pato, aparece rapaz...

Simplesmente Impagável !!!O Comentário do Sr. W...

Rodrigo Travassos Stipp ()

Simplesmente Impagável !!!O Comentário do Sr. Wilson César é espetacular. Só esqueceu de mencionar que as filmagens certamente demorariam mais de 08 anos pois o Guilherme Fontes seria o diretor. E viva a Embrafilmes !!!

Comentários encerrados em 09/10/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.