Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nova tecnologia

TJ do Distrito Federal adota software livre para reduzir custos

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios adotou um sistema de informações em plataforma aberta -- os chamados softwares livres. A idéia do TJD-FT é agilizar os serviços, ampliando o número de usuários, sem que isso gere custos altos para o tribunal.

O ponto de partida foi o Programa de Incentivo ao Desenvolvimento de Software Livre, criado pelo governo federal. O programa estimula a adoção de tecnologias de código aberto, além do desenvolvimento de softwares livres pela indústria nacional.

O sistema híbrido, desenvolvido por uma equipe especializada do TJ do Distrito Federal, foi montado a partir da tecnologia InterSystems, com base no programa Linux. O programa utilizado é o Caché.

O novo sistema, de acordo com o TJ, melhorou o desempenho das máquinas. Hoje, dos 15 bancos de dados que o Tribunal possui e operam com o Caché, 14 já estão baseados em plataformas Linux. O próximo passo será migrar os sistemas administrativos até o final de 2004.

O tribunal acredita que as mudanças podem trazer um ganho de até 30% na performance do sistema de informações, além da significativa redução de custos.

Atualmente, cerca de 1.800 pessoas usam o sistema. A expectativa é de que o número de usuários seja dobrado.

Revista Consultor Jurídico, 30 de novembro de 2004, 13h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/12/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.