Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleições institucionais

Juiz Rodrigo Collaço é eleito novo presidente da AMB

O candidato da situação Rodrigo Collaço foi eleito o novo presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Ele é o atual coordenador da Justiça Estadual da entidade. Dos 99% dos votos apurados, até as 22h desta quinta-feira (25/11), Collaço obteve 72% dos votos válidos. O candidato de oposição, juiz Ivan Sartori, de São Paulo, teve a preferência de 26% dos eleitores. Os votos brancos e nulos somavam 2% do total. A eleição foi feita nesta quinta.

Collaço tomará posse no próximo dia 16 de dezembro, para o triênio 2005-2007. “O resultado ficou dentro do esperado pelo trabalho realizado até aqui junto à base e pelo reconhecimento ao trabalho do Cadico (desembargador Cláudio Baldino Maciel, atual presidente da AMB)”, disse o presidente eleito, segundo catarinense a assumir a presidência da AMB. O primeiro foi o atual ministro do Superior Tribunal de Justiça Paulo Gallotti.

Sartori, da chapa “Movimento pela Renovação e Democratização da AMB”, agradeceu os votos recebidos e a confiança demonstrada pelos colegas durante a campanha eleitoral. Cumprimentou “os ilustres colegas de empreitada eleitoral, pessoas honradas, aguerridas e grandes de alma”.

O magistrado paulista cumprimentou também a chapa vencedora e desejou sucesso à nova diretoria. “Faço questão de registrar o meu sincero agradecimento a todos os colegas que confiaram na nossa proposta e nos apoiaram nesta campanha. É bom saber que terminamos esta jornada com novos amigos e companheiros”, disse.

Collaço é natural de Florianópolis e formou-se em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina. Ingressou na magistratura em abril de 1989 e hoje é titular da Vara Criminal do Foro do Continente. Foi presidente da Associação dos Magistrados Catarinenses por dois mandatos, entre dezembro de 1999 e dezembro de 2003.

Revista Consultor Jurídico, 25 de novembro de 2004, 22h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/12/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.