Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

É inegável o avanço que a Justiça paulista obte...

Daniel Fraga Mathias Netto (Advogado Autônomo)

É inegável o avanço que a Justiça paulista obteve a partir do processo de informatização implementado pelo Des. Nigro Conceição. O site do tribunal, antes da sua administração, era tão precário que não faria falta alguma se não existisse. Agora é possível realizar pesquisas de inteiro teor de acórdãos datados de 1998 em diante, o que sem sombra de dúvidas democratizou a atividade dos operadores do Direito, notadamente os do interior, que tinham maiores dificuldades em conhecer detidamente a jurisprudência da Corte. Muito, mas muito mesmo, ainda há de ser feito, mas como tudo tem um começo fico esperançoso de que "o ponta pé inicial" já foi dado. Pelas declarações do Dr. Nunes verifica-se que a modernização não parou. Esperamos todos que este importante passo seja dado de forma bastante célere, pois Juízes, Advogados, membros do MP, e toda a sociedade, serão beneficiados com a PLENA informatização da Justiça paulista. Parabéns ao Tribunal e que continue enveredando esforços no sentido de qualificar seus serviços, não se esquecendo que a situação reclama atuação urgente e eficaz.

DE NOVO? Pela 100a. vez a mesma matéria. Todo a...

BASILIO (Advogado Sócio de Escritório)

DE NOVO? Pela 100a. vez a mesma matéria. Todo ano tentam modernizar o judiciário..... e conseguem piorar o que já é ruim. Exemplo: O simples desarquivamento de um processo agora leva até CINCO MESES... ao custo de 15,00 cada. Tudo por obra e graça da dita modernização/privatização do arquivo, pois agora todos os processos de SP estão concentrados em Jundiaí... Já tentei ver no mapa pra ver se Jundiaí ficava no Brasil. Achei uma em SP, mas essa do arquivo deve ficar no Iraque, em meio a bombas, milicias e xiitas, tal a demora no serviço. Eu tb gostaria que isso fosse piada...

Só não concordo que a Justiça Paulista esteja e...

Daniel ()

Só não concordo que a Justiça Paulista esteja entre as últimas em termos de celeridade; já advoguei em outros Estados, sobretudo no sul do país, e pude verificar que o problema da Justiça é geral e não só em termos de morosidade!

(...)De acordo com Nunes, com os processos mais...

Marianna2010 (Serventuário)

(...)De acordo com Nunes, com os processos mais velozes, a resposta do público que se vale do Judiciário também é maior. Outro ponto positivo do sistema é a transparência, pois todos os dados de processos em curso são divulgados na Internet, no Portal do Tribunal de Justiça. Assim, os usuários podem conferir em que fase está determinado processo.(...) Só para lembrar aos senhores desembargadores do tj( com minúscula, mesmo) os processos para serem "mais velozes", não se montam sózinhos, não se cumprem por si mesmos, nem se arquivam por si só. Há que se olhar a mão--de-obra desvalorizada e sacrificada que se encontra por trás de todas as ações, desde o atendimento do balcão até o arquivamento. Sêres humanos, chefes de família, que não mais crêem na Justiça que outros buscam, pois eis que, quando a reivindicam para sí, são alijados dos seus direitos e confiscados nas suas verbas alimentares, sem que lhes seja feita JUSTIÇA. Hoje, O tj É MUITO VELOZ, quando se trata de punir seus funcionários, que, apesar do sucateamento e morosidade tão apontados, têm se mantido heróicamente no front, com dignidade e perseverança. O Poder o tj tem; a justiça,quem tem???? (...)Outro ponto positivo do sistema é a transparência(...)Transparência ???? Os senhores desembargadores que a apregoam nem sabem do que é! Plagiando o Dr. Mohamed, lamentavelmente....

Comentar

Comentários encerrados em 25/11/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.