Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Jogo apertado

Caixa D’Água e diretores serão interrogados por juiz do Rio

O ex-presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), Eduardo Viana (Caixa D’Água) e mais cinco diretores da entidade serão interrogados pelo juiz da 37ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, Geraldo Prado, nesta quinta-feira (18/11), às 13 horas. O grupo foi denunciado pelo Ministério Público e responde a processo pela prática dos crimes de formação de quadrilha, estelionato, falsidade ideológica e fraude processual.

A promotora que acompanha o caso é Fernanda Rocha Jorge. Além de Caixa D’Água, serão ouvidos também Francisco José Soares Aguiar, Paulo Roberto Pietrolongo Silva, Gilberto Rangel Lima Júnior, Jobel Mendes Braga e Carlos César Martins dos Santos. O juiz afastou todos os acusados no dia 14 de outubro, quando recebeu a denúncia do MP.

O juiz não autorizou imagens e fotos durante a audiência, de acordo com o TJ do Rio. Embora o processo seja da 37ª Vara Criminal, a audiência será na sala da 34ª Vara Criminal, no 9º Andar, lâmina II do Fórum, porque o local é mais amplo.

Os réus, por estarem soltos, vão entrar pela portaria principal. O juiz também determinou que só entrarão na sala apenas quatro repórteres, que poderão gravar os depoimentos para os demais colegas. Para evitar tumulto, antes da audiência, a Divisão de Imprensa do TJ-RJ fará um sorteio com os presentes.

Revista Consultor Jurídico, 17 de novembro de 2004, 18h33

Comentários de leitores

5 comentários

Com certeza o Dr....

hammer eduardo (Consultor)

Com certeza o Dr.Juiz proibiu a presença maciça de Profissionais da Imprensa temendo pela possibilidade dos Profissionais terem seus equipamentos furtados pelos "elementos" em questão. Realmente ainda vai demorar ate chegarmos ao dia magico em que as noticias envolvendo o esporte poderão ser finalmente "anistiadas" retornando em definitivo para a Seção de Esportes, afinal hoje elementos desse tipo sequestraram o esporte levando-o de mãos ao alto para as paginas policiais. So lamento que os "chicaneiros" de plantão se desdobrem cada vez mais( e encham os bolsos de dinheiro durante....) para manter fora das grades essas verdadeiras quadrilhas que cobrem de vergonha o esporte, fala-se muito mas EM CANA que é bom mesmo NADA!, tem sempre o recurso do recurso do recurso e la se vão livres e soltos os "Don Corleone" do futebol, mormente o Carioca. Uma pena.

Eduardo Viana...homem de coragem...esta vendo o...

Lula Mattos (Corretor de Seguros)

Eduardo Viana...homem de coragem...esta vendo o circo pegar fogo e não abre a boca sobre o Eurico Miranda...alguém em sã consciência acredita que o CAIXA faria toda essa pilantragem sem a cobertura do Eurico Miranda...os times cariocas são exatamente a cara dos dois meliantes...essa é uma das maoires quadrilhas organizadas, tem o caixa, o Miranda e os presidentes de clube cariocas que são totalmente coniventes cm a quadrilha, haja vista que têm algum beneficio.

O Caixa D´Água é o retrato perfeito da política...

Ampueiro Potiguar (Advogado Sócio de Escritório)

O Caixa D´Água é o retrato perfeito da política canhestra que se instalou no RJ. Se a Justiça concluir pela culpabilidade do misto de filósofo e jurista, sr. Eduardo Vianna, espera-se que o fato tenha reflexos na política fluminense, assomada por miquelinos fundamentalistas. Incluindo o futebol. Tudo em causa própria. O bravo povo de Campos despertou a tempo. Derrotou fragorosamente as práticas coronelistas do casal Garotinho.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 25/11/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.