Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Colegas: O que diz o EOAB? Contratemos nosso...

Sandra Paulino (Advogado Autônomo)

Colegas: O que diz o EOAB? Contratemos nossos honorários profissionais por escrito. Certo. E quanto à sucumbência? É matéria processual, certo? E para que servem os Tribunais? Será possível que toda vez que algum despacho ridículo seja proferido (por razões humanas, claro, já sabemos que juiz é o advogado que não deu certo pq não teve competência pra montar sua própria banca e ser bom o suficiente pra ser disputado e cobrar o que quiser...) vamos ficar reclamando? Recorramos, de acordo com as leis processuais e façamos nossa parte em alto e bom som, que é possível, em quase todos os processos a sustentação oral, da qual a maioria corre, pq não sabe fazer, não sabe falar, não sabe defender O SEU DIREITO. Abs. Sandra Paulino

Mas, olha, não obstante o quão absurdo ser a sú...

Alexandre Domingues Martins Bandeira ()

Mas, olha, não obstante o quão absurdo ser a súmla aprovada, nós, advogados, somos culpados por isso. Sabe por que? Os advogados de grandes escritórios simplesmente estupraram esse instituto, o da sucumbência. Porque muitas vezes são sócios de seus clientes, ou para fazer um agrado ao cliente, praticam muitas vezes exposto na súmula. Além disso, quantos os aki presentes executam os honorários em nome próprio, arcando com as despesas judiciais sozinhos, e não jogando na conta do cliente? Numa execução de sentença favorável, quem entra com duas execuções? Eu faço isso, mas sei que sou exceção. Na medida em que cobramos nossos honorários em nome de nosso cliente, o juiz, que não está ligado na nossa realidade está vendo joão cobrando honorários de seu advogado, e não o advogado. Poxa, os honorários são de quem? Portanto digo, bem feito a classe. Quem manda não agir da maneira correta? Nós demos a corda e subimos na cadeira. Eles apenas chutaram o banco.

Em outro momento em que comentava uma notícia r...

Francis Bragança de Souza dos Anjos (Advogado Associado a Escritório)

Em outro momento em que comentava uma notícia relativa a Magistratura, lembrei que primeiro ela o alvo de enfraquecimento, agora, somos nós... Depois quem será?

Honorários de sucumbência deveriam ser abolidos...

Jose Antonio Dias (Advogado Sócio de Escritório)

Honorários de sucumbência deveriam ser abolidos. Juizes, Desembargadores e Ministros Judiciais não gostam de fixar honorários advocatícios, já que, após abraçarem a Magistratura renegam o diploma que receberam e que, graças a ele (diploma), conseguem alcançar a Magistratura. Tôlo o advogado esperançoso de honorários de sucumbência. Quem fixa seus próprios honorários é o advogado e quem deve pagá-los é o cliente que o contrata. Para que deixar que terceiros, Juizes homúnculos, recalcados, complexados que não conseguiram sucesso na profissão, e que, graças ao diploma de bacharéu em Direito e um cursinho tipo Robortella, chegam a Magistratura, sabe lá Deus com que conhecimento jurídico, fixem honorários ridículos para o seu árduo trabalho em causas que, as vezes demandam dias e noites de estudos profundos do profissional de Direito. Só para exemplificar o absurdo em fixação de honorários de sucumbência, em causa cujo valor cobrado em ação de rito ordinário, foi de R$.21.000.000,00 (vinte e um milhões de reais) o m. juiz prolatou sentença julgando "parcialmente procedente a ação, condenando a Ré ao pagamento do principal (R$.21.000.000,00) acrescido das custas, juros legais a partir da citação, tudo corrigido monetáriamente a partir do vencimento da obrigação. As perdas e danos não são devidas por não serem provadas, devendo cada parte arcar com os honorários de seus advogados em razão da parcial procedência da ação". NÃO É UM ABSURDO!!! Concluindo, cobrem os honorários de seus clientes e percam as esperanças de uma boa sucumbência. Façam a doação da sucumbência para a Associação dos Magistrados!!!

Sera que realmente seria necessario fazer algum...

Felipe Panizzi Possamai (Advogado Autônomo - Civil)

Sera que realmente seria necessario fazer algum comentario? CREIO QUE NAO!!!

Comentar

Comentários encerrados em 12/11/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.