Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Desastre natural

Senador pede recursos para socorrer vítimas do ciclone em SC

O senador Jorge Bornhausen (PFL-SC) propôs na segunda-feira (29/3) que o governo baixe uma medida provisória liberando recursos emergenciais para os atingidos pelo ciclone que varreu parte do litoral do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina no fim de semana.

Ele sugeriu que as verbas sejam retiradas das emendas que os parlamentares daqueles estados apresentaram ao orçamento.

Para o senador catarinense, a gravidade da situação exige uma ação pronta do governo para que a população tenha suas casas reconstruídas e possa readquirir móveis e eletrodomésticos.

Aos proprietários rurais deveria ser liberado o Proagro (seguro agrícola), para que as perdas com o ciclone pudessem ser reparadas.

Outra forma de amenizar as conseqüências da tragédia seria liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O parlamentar observou que, além de desabrigar muita gente, o ciclone matou e deixou desaparecidos.

"Neste momento precisamos de solidariedade e paz. Rezo pelos mortos e para que os desaparecidos retornem a suas famílias", disse o senador.

Ele recordou de duas grandes enchentes em Santa Catarina: uma, em 1974, quando ele governava o estado, destruiu a cidade de Tubarão; a outra, arrasou o Vale do Itajaí. (Senado)

Revista Consultor Jurídico, 30 de março de 2004, 12h34

Comentários de leitores

1 comentário

e imaginar que o governo de Santa Catarina dest...

Ido Kaltner (Advogado Assalariado)

e imaginar que o governo de Santa Catarina destinou 1,2 milhões de reais para ajuda aos desabrigados. Qualquer reforminha num imóvel gasta-se R$ 20.000,00. Imaginem reconstruir casas de 23 municípios. Esse dinheiro não faz nem cócegas na reconstrução das cidades.

Comentários encerrados em 07/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.