Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sob suspeita

Dono de salão em Diadema é denunciado por preconceito

O dono de um salão de beleza em Diadema foi denunciado por discriminação ou preconceito de raça e cor pelo Ministério Público de São Paulo. Ele teria ofendido uma orientadora de estacionamento que iria autuá-lo por parar o carro em local proibido. Após ser notificado, ele teria jogado a multa nos pés da vítima e dito que “só podia ser de cor”.

Uma amiga da guarda de zona azul contou ainda que ele teria dito mais tarde: "De preta basta a sola do meu sapato”.

O MP paulista quer que ele seja interrogado para apuração da acusação de preconceito.

O dono do salão foi denunciado, com base no artigo 20 “caput” da Lei nº 7716/89 e nos artigos 394/405 e 498 do Código de Processo Penal.

Revista Consultor Jurídico, 29 de março de 2004, 17h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.