Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

‘Mitos x verdades’

Monteiro de Barros proclama inocência em site sobre TRT-SP

O empresário Fábio Monteiro de Barros, dono da Incal, principal responsável pela construção polêmica do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, lançou um site em que trata de “mitos x verdades” sobre o desvio de verbas do fórum trabalhista. De acordo com o site www.forumtrabalhista.com.br, nunca houve qualquer tipo de desvio de verbas.

“O Tribunal Superior do Trabalho declarou em ofício de julho de 1998 que o total do valor pago foi de R$ 159.202.962,88. A Incal executou 80% do empreendimento, conforme laudo do Juízo da 12ª. Vara Federal”, afirma o site.

O empresário ressalta ainda que “o ex-senador Luiz Estevão, nunca esteve associado ao empreendimento, bem como a nenhuma das empresas do Grupo Monteiro de Barros”. O Fórum trabalhista foi inaugurado na sexta-feira (26/3), em São Paulo.

Leia a carta que circula na Internet

São Paulo, 26 de Março de 2004.

Aos meus amigos,

No momento em que é inaugurado o Fórum Trabalhista da Cidade de São Paulo, empreendimento por nós idealizado e cuja realização somos responsáveis por 80%, venho informar a nossa iniciativa para prestar esclarecimentos a pessoas que merecem a minha consideração e respeito.

Trata-se do lançamento do site na internet www.forumtrabalhista.com.br, na busca de tornar pública informações e a documentação que atestam a seriedade com que conduzimos os compromissos com o Tribunal Regional do Trabalho? SP. Refiro-me ao contrato de compra e venda do prédio assinado em 1992 e que, em 1999, foi rompido injusta e unilateralmente, nos expondo a incalculáveis prejuízos e adversidades. O nosso propósito é apresentar a verdade dos fatos.

Agradeço a Deus, a minha amada família, os incontáveis amigos, os leais advogados e aos dedicados colaboradores que me deram sustentação para chegar até aqui. Confiante na justiça, antecipadamente agradeço sua valiosa atenção.

Cordialmente,

FÁBIO MONTEIRO DE BARROS FILHO

Revista Consultor Jurídico, 27 de março de 2004, 19h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.