Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Caso Banestado

Justiça paranaense concede liberdade a acusados no caso Banestado

A 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba, especializada em lavagem de dinheiro e crimes contra o sistema financeiro nacional, concedeu liberdade a Gabriel Nunes Pires Neto, ex-diretor de Câmbio e Operações Internacionais do Banco do Estado do Paraná (Banestado), José Luiz Boldrini, ex-assessor da Diroi, e Carlos Donizeti Spricido, gerente da agência Centro de Foz do Iguaçu do Banco.

A decisão foi tomada na ação penal proposta contra dirigentes e gerentes do Banestado, em virtude de remessas fraudulentas ao exterior via contas CC5.

A ação se baseou no fato de que a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região já teria colocado em liberdade parte dos acusados cuja prisão preventiva foi decretada pela 2ª Vara em 2 de fevereiro passado.

Além disso, um dos acusados, Gabriel Nunes Pires Neto, já estava preso desde 18 de novembro de 2003 sem que o processo tivesse chegado ao seu final, o que configura excesso no tempo de manutenção da prisão. (JF-PR)

Revista Consultor Jurídico, 9 de março de 2004, 15h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/03/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.