Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Soja transgênica

Agricultores exigem rapidez na regulamentação da soja transgênica

O presidente da Federação dos Agricultores do Rio Grande do Sul (Farsul), Carlos Sperotto, pediu ao ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, mais rapidez na regulamentação dos transgênicos.

Segundo a Agência Brasil, minutos antes de participar de uma reunião com o ministro, Sperotto afirmou que “na pior das hipóteses, o governo terá de editar uma nova medida provisória autorizando o plantio da soja geneticamente modificada. O Congresso está muito lento na votação da lei de biossegurança”.

De acordo com ele, o encontro tem como tema principal a instalação de uma Câmara Temática de Financiamento e Seguro para o Agronegócio. “Mas também vamos falar sobre o problema da soja. Doze estados já plantam o produto geneticamente modificado. Cerca de 20% da nossa produção é baseada nesse tipo de semente”, revelou o presidente da Farsul.

Ele atribui a pressa ao fato de que “a nova safra começa em setembro e os contratos para a compra de sementes, fertilizantes e insumos já estão sendo firmados”.

Um relatório do Greenpeace revelou que, dos cerca de 83 mil agricultores que cultivaram soja transgênica na safra 2003/2004, mais de 81 mil estão no Rio Grande do Sul. O documento aponta como uma das conseqüências do uso da soja geneticamente modificada -- em especial a Roundup Ready, da Monsanto -- o surgimento de ervas daninhas ainda mais resistentes, o que estaria provocando o aumento no uso de herbicidas.

O Greenpeace reivindica proteção para produtores de soja convencional, que teriam custos extras para limpar máquinas e separar os grãos tradicionais dos transgênicos.

Revista Consultor Jurídico, 29 de julho de 2004, 14h27

Comentários de leitores

4 comentários

Sendo o Brasil um dos maiores exportadores de p...

Marcelo Miguel ()

Sendo o Brasil um dos maiores exportadores de produtos alimenticios no mundo é necessário que se regulamente urgentemente a questao dos graos geneticamente modificados. O pais nao pode ficar para trás nessa questáo, deixando de auferir divisas somente pela demora de nosso Executivo que anda sempre atrasado, emperrando o desenvolvimento na nacão. tribunadodireito@hotmail.com

Atualmente discute-se muito sobre os alimentos ...

Guilherme Lippelt Capozzi ()

Atualmente discute-se muito sobre os alimentos transgênicos. O Brasil sendo o maior exportador de soja do mundo, torna-se imprescindível a regulamentação desta questão. A lei de biossegurança é uma necessidade real, pois cada vez mais, os alimentos são modificados geneticamente, exigindo uma regulamentação rápida, pois assim teremos segurança para quem planta e para quem consome.

Atualmente discute-se muito sobre os alimentos ...

Guilherme Lippelt Capozzi ()

Atualmente discute-se muito sobre os alimentos transgênicos. O Brasil sendo o maior exportador de soja do mundo, torna-se imprescindível a regulamentação desta questão. A lei de biossegurança é uma necessidade real, pois cada vez mais alimentos são modificados geneticamentes, exigindo uma regulamentação rápida, pois assim teremos segurança para quem planta e para quem consome.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 06/08/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.