Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Puxão de orelha

Juiz manda prefeitura de SP tirar faixas do Passa rápido das ruas

O juiz eleitoral Roberto Maia Filho determinou que a Prefeitura de São Paulo retire em 48 horas todas as "faixas, placas, estandartes e assemelhados" que têm os dizeres "São Paulo Melhor -- Passa Rápido -- nunca se fez tanto pelo transporte público em São Paulo".

A representação foi ajuizada pelo promotor eleitoral Saad Mazloum nominalmente contra "a Prefeitura do Município de São Paulo, através de seu representante legal, bem como de Marta Tereza Suplicy, brasileira, candidata à reeleição a prefeitura do Município de São Paulo".

Segundo o juiz, "nota-se, pelo menos até aqui, que o referido slogan só pode levar a uma conclusão: que nenhuma outra administração pública municipal paulistana fez tanto pelo transporte público como a atual. Ocorre que a atual chefe do executivo municipal é hoje candidata à reeleição, o que pode fazer o referido slogan consistir em propaganda eleitoral".

Para Maia Filho, "sem maior dúvida, pelo menos nesta fase processual, a mensagem por ele transmitida é, em outras palavras, que a atual prefeita (e os componentes de sua administração) são os melhores e mais competentes gestores do transporte público de que já se teve notícia".

Diz o magistrado que "a conclusão lógica, portanto, é que os eleitores que usam o transporte público não poderão encontrar outro candidato com tal eficiência nessa área. Ora há dois outros candidatos que já foram prefeitos na capital, assim, segundo se depreende do referido slogan, não fizeram um trabalho tão bom com relação ao transporte público do que o agora realizado pela atual prefeita, que busca reeleição".

Revista Consultor Jurídico, 21 de julho de 2004, 15h58

Comentários de leitores

3 comentários

Excelente o comportamento Cidadão de Promotor e...

José Carlos da Silva (Advogado Autônomo - Civil)

Excelente o comportamento Cidadão de Promotor e Juíz Eleitorais, contudo, pergunto: Onde estam os outros Homens Sábios de nossa Justiça Comum ?. A Cidade vive um dilema entre o Chiquismo (Chique) e o Chiqueirismo (Chiqueiro). Se para combater a imundice Eleitoral temos a Justiça Eleitoral, então que a Justiça Comum combata a Imundice Comum. Só por exemplo: Os Postes Públicos estão uma nojeira mas, não é de propaganda eleitoral não...vejam lá...tá cheio de atividade ilegal, com endereço e telefone "escancarados". Espero que um dia a nossa Justiça Pública seja utilizada para um bem comum de maior valor e que tenhamos exemplos de Dignidade não só de quem está no Governo/Justiça mas, do povo também que é o grande multiplicador da degradação ou da elevação social, que obviamente passa pela auto-estima.

O que me deixa mais abismado é lembrar o quanto...

Tiago Mafra Sinedino ()

O que me deixa mais abismado é lembrar o quanto o PT, enquanto não ocupava a administração pública, era crítico voraz do uso da máquina, e todas as suas benesses,para fins eleitorais. Mas agora, parece que não há qualquer empencilho, seja ético ou administrativo, para o uso indiscriminado do dinheiro público em benefício próprio.

Nunca se fez tanta sujeira em SP, nas ruas, ave...

Sergio Melo (Consultor)

Nunca se fez tanta sujeira em SP, nas ruas, avenidas e etc, só se vê propaganda do PT, fora a sujeira que as obras - que até o momento ninguém divulgou de onde veio tanta verba - , está ocasionando.

Comentários encerrados em 29/07/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.