Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

100 dias

Vidigal faz avaliação de 100 dias de gestão em coletiva online

O ministro Edson Vidigal completará 100 dias na presidência do Superior Tribunal de Justiça, nesta quinta-feira (15/7), quando fará uma avaliação de suas atividades na Corte. Vidigal participará de uma coletiva online, às 15h, no site Comunique-se -- www.comunique-se.com.br.

O ministro inovou desde que assumiu a presidência do STJ. Ele deu amplo apoio à reforma do Judiciário, aprovada em primeiro turno no Senado, e implementou outras medidas que facilitam o acesso à Justiça. Entre elas, a ampliação do tempo de atendimento ao público. Antes esse atendimento era das 12h às 19h. Agora, é das 7h30 às 19 h.

Na sua gestão, triplicou o número de distribuição diária de processos dentro do STJ -- antes a distribuição única era às 18 h e atualmente é feita às 10h, às 14h e às 18 h. Também foi criada uma Ouvidoria-Geral para receber sugestões, críticas e reclamações da população.

Vidigal conseguiu ainda recursos do Banco de Desenvolvimento Interamericano (BID) para a informatização do Judiciário. Ainda falta a aprovação do Ministério do Planejamento, mas tudo indica que até o fim do ano esses recursos serão na ordem de US$ 44 milhões. O total de recursos para a informatização é de US$ 400 milhões, segundo dados da Secretaria da Reforma do Judiciário.

O ministro também se envolveu na aprovação da criação de 123 novas Varas Federais no País no ano que vem. A meta do ministro Edson Vidigal é conseguir a interiorização da Justiça por meio da criação de quatro mil novas Varas Federais nos próximos anos.

Revista Consultor Jurídico, 14 de julho de 2004, 13h07

Comentários de leitores

2 comentários

O Presidente do Superior Tribunal de Justiça, ...

ATHENIENSE (Advogado Sócio de Escritório)

O Presidente do Superior Tribunal de Justiça, Min. Edson Vidigal, é um exemplo à magistratura brasileira. As medidas que adotou, em curto espaço de tempo, servem para demonstrar que o funcionamento do judiciário depende, em grande parte, daqueles que o dirigem. Sem se julgar o dono da verdade, sempre disposto a ouvir , seus pares ,os advogados e auxiliares,vem dando prova de sua eficiência e disposição em solucionar problemas que pareciam invencíveis. Para presidir um Tribunal tornam-se necessários tres requisitos básicos: coragem, paciência e inconformismo. Não basta ter a disposição de mudar, tornando-se necessária, também, a consciência de que outros deverão ser ouvidos quanto às inovações programadas. Quando o dirigente não se dispõe a enfrentar as dificuldades, optando em manter aquilo que encontrou, com o tempo, irá perdendo a disposição inicial , passando a aceitar comodamente o que, a princípio, tencionava modificar. O Min. Edson Vidigal, com a experiência recolhida como advogado, somada à sua atuação de magistrado, a esta altura, já é merecedor do reconhecimentoda advocacia brasileira. Conte com a OAB em todas as medidas que vier a adotar, que estejam dirigidas para o aperfeiçoamento do Judiciário. Estou certo de que, ao lado do eminente Min. Sálvio Figeiredo, Vice-Presidente, que alimenta os mesmos propósitos criativos, o STJ haverá de tornar-se, a cada dia, uma Corte que atenderá os motivos que justificaram a sua criação.

Está de parabéns o Ministro Edson Vidigal pelos...

Gustavo Henrique Freire (Advogado Associado a Escritório - Empresarial)

Está de parabéns o Ministro Edson Vidigal pelos 100 primeiros e já tão profícuos dias de gestão à frente do Superior Tribunal de Justiça. Vidigal, que vale lembrar já passou pelos três poderes da República ao longo de sua vida (Judiciário, Executivo e Legislativo), iniciada no Estado do Maranhão, chegou à Presidência do STJ cercado de expectativas e esperanças diante de sua histórica postura aberta e defensora do bom diálogo como forma de compor conflitos. Pois até aqui S.Exª tem mostrado ser não apenas um homem de palavra e de compromissos, como sobretudo um gestor competente e ágil, ao haver estendido o horário do protocolo do STJ, o que significativamente otimiza o ritmo de serviço daquela Corte. Suas demais idéias no campo administrativo do STJ, como criar o Diário da Justiça 'on line' e uma Ouvidoria do STJ igualmente revelam o seu apurado senso público e consciência administrativa, pelo que merece todos os nossos aplausos.

Comentários encerrados em 22/07/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.