Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Trabalho precário

Fiscais libertam 18 trabalhadores em fazenda de Mato Grosso

Mais 18 trabalhadores submetidos a condições precárias de trabalho foram libertados nesta quinta-feira (1º/7). Eles foram encontrados na Fazenda São João, no município de Tapurah, em Mato Grosso.

A ação foi feita pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho e Emprego, com a participação do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Federal.

Os trabalhadores libertados prestavam serviço para a refinadora de milho Grupo Vitabonna, que tem sede em Várzea Grande. Outros 16 trabalhadores que se encontravam em condições normais de trabalho permaneceram na propriedade.

Segundo dados do Ministério Público do Trabalho, foram lavrados 13 Autos de Infração pelos auditores fiscais do MTE e efetudas as recisões dos contratos dos 18 trabalhadores. O valor total atingiu R$ 54.268,90, que foram quitados no ato.

O grupo empresarial Virabonna era investigado desde o dia 17 de junho, quando procuradoria Regional do Trabalho da 23º Região recebeu denúncias sobre a existência de trabalhadores em condições precárias na propriedade.

Revista Consultor Jurídico, 2 de julho de 2004, 16h25

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/07/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.