Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Banco dos réus

Policiais civis denunciados por tortura vão a júri popular em MG

Os policias civis Onofre Maurício Vasconcelos e Fernando Costa de Souza serão julgados, nesta terça-feira (27/1), em Minas Gerais. Eles são acusados de tortura e homicídio. O juiz Fernando de Vasconcelos Lins, do 2º Tribunal do Júri de Belo Horizonte, presidirá o julgamento.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, entre os meses de setembro e outubro de 1988, os policiais prenderam Pedro de Almeida e Silas Abel da Conceição. Almeida foi torturado e morreu. Conceição foi assassinado.

Almeida e Conceição tinham passagens pelas delegacias policiais de Belo Horizonte por crime de furto e envolvimento com tóxicos. Segundo o Ministério Público, os rapazes foram submetidos a uma série de torturas. Almeida não resistiu e morreu. Os policiais apagaram os vestígios, enterraram o cadáver e simularam uma fuga, segundo o MP.

Conceição foi levado para o Anel Rodoviário da BR-262, onde um dos policiais matou o rapaz com um tiro, de acordo com a denúncia. (TJ-MG)

Revista Consultor Jurídico, 27 de janeiro de 2004, 13h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/02/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.