Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Apoio

MPT acompanhará situação de trabalhadores da Parmalat

A procuradora-geral do trabalho, Sandra Lia Simón, conversou com o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins, Artur Bueno de Camargo e os presidentes de vários sindicatos de base em locais onde estão instaladas empresas do grupo Parmalat.

Os representantes dos empregados demonstraram preocupação com algumas demissões e o clima de insegurança gerado pela concessão de folgas esporádicas a alguns grupos de trabalhadores. "Não tem sido dada nenhuma satisfação aos trabalhadores", afirmou Artur Camargo.

Sandra verificará com a Procuradoria Regional do Trabalho da 2ª Região, em São Paulo, se há algum tipo de acompanhamento do caso. "Depois de estabelecido este contato é que avaliaremos se há mais alguma providência a tomar", disse a procuradora. (MPT)

Revista Consultor Jurídico, 20 de fevereiro de 2004, 13h24

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/02/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.