Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sob suspeita

Deputado federal é acusado de falsidade ideológica e estelionato

O Ministério Público Federal entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal contra o deputado federal licenciado Armando Abílio Vieira (PSDB/PB). Ele foi investigado em inquérito policial para apurar a prática dos crimes de falsidade ideológica e estelionato.

Vieira teria dado informação falsa quanto ao endereço de Ivonete Maria do Socorro, que prestava serviços de doméstica na casa do deputado, ao abrir conta corrente na Caixa Econômica Federal. A conta seria utilizada por Ivonete para receber salários provenientes da verba de gabinete do parlamentar. O deputado também teria se apropriado do cartão do banco para efetuar saques do dinheiro depositado em nome da funcionária.

Como os fatos em apuração supostamente ocorreram no exercício do mandato parlamentar, e a Polícia Federal pediu à 10ª Vara Criminal a prorrogação do prazo para as investigações, um juiz federal determinou o encaminhamento dos autos ao STF e ao Ministério Público Federal. (STF)

PET 3.098

Revista Consultor Jurídico, 16 de fevereiro de 2004, 18h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/02/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.